dívida líquida sobre patrimônio líquido
dívida líquida sobre patrimônio líquido

O que é a dívida líquida sobre patrimônio líquido?

Antes de comprar Ações de uma empresa, é essencial saber como está a saúde financeira dela. E é importante ter cuidado principalmente se você tiver objetivos de longo prazo em mente. Nesse sentido, entender o indicador de dívida líquida sobre patrimônio líquido pode ser de grande ajuda.

Ao analisar uma empresa, o investidor deve considerar diversos fatores para ter uma boa visão da solidez dela. Aspectos financeiros estão entre os fundamentos centrais para conhecer.

Quer entender o que é dívida líquida sobre patrimônio liquido? Então continue a leitura!

O que é dívida líquida sobre patrimônio líquido?

Dívida líquida sobre patrimônio líquido é, basicamente, um indicador de endividamento. Com ele, você pode ter uma noção de como está a saúde financeira de uma empresa.

Para entendê-lo, é preciso compreender separadamente o que é a dívida líquida e o que é o patrimônio líquido. A seguir, você verá cada um deles em detalhes!

Dívida líquida

Imagine que você deva R$150 mil no financiamento de um imóvel. Enquanto isso, seu patrimônio é composto por um carro de R$50 mil e investimentos no valor de R$30 mil.

Se você vender o carro e resgatar seus investimentos, terá R$80 mil para pagar o que deve. Mas, como a dívida do financiamento é de R$150 mil, ainda ficariam faltando R$70 mil, certo? Essa é sua dívida líquida.

Agora, suponha que seu patrimônio fosse, na verdade, de R$170 mil. Depois de pagar R$150 mil, não haveria mais dívida e ainda sobrariam R$20 mil. Nesse caso, podemos dizer que sua dívida final seria de -R$20 mil. Ou seja, o dinheiro sobrando é representado por uma dívida negativa.

Os mesmos princípios são aplicados à realidade de uma empresa. Se somarmos tudo o que ela deve, como empréstimos e financiamentos, encontraremos a dívida bruta. Quanto ela teria para pagar a dívida? Para descobrir isso, é preciso considerar quanto a companhia tem em caixa.

Então imagine uma dívida bruta de R$5 bilhões e um caixa de R$2 bilhões. A dívida líquida será de R$3 bilhões, não é?

Se a empresa tem R$7 bilhões em caixa, a dívida líquida é de -R$2 bilhões. O valor negativo indica que seria possível pagar o que a companhia deve, e ainda sobrariam R$2 bilhões para ela.

Patrimônio líquido

O patrimônio líquido, por sua vez, é o que sobra depois de usar os ativos para pagar os passivos. Do ponto de vista da contabilidade, os ativos incluem os recursos da companhia. Por exemplo, dinheiro em caixa, móveis, veículos, imóveis, contas a receber etc.

Quanto aos passivos, referem-se às obrigações financeiras da empresa. Isso inclui financiamentos, empréstimos, salários, pagamentos a fornecedores e outros custos.

Vamos imaginar que a soma dos ativos de uma companhia seja de R$30 bilhões. Se o passivo for de R$20 bilhões, o patrimônio líquido será de R$10 bilhões. Ou seja, é fruto da diferença entre ativos e passivos.

Dívida líquida sobre patrimônio líquido

Já ficou claro para você o que são a dívida líquida e o patrimônio líquido? Agora, é hora de relacionar os dois conceitos. Vamos considerar como exemplo uma companhia com uma dívida líquida de R$2 bilhões e um patrimônio líquido de R$5 bilhões.

O indicador dívida líquida sobre patrimônio líquido é obtido dividindo um valor pelo outro. No nosso exemplo, isso significa dividir 2 por 5. O resultado é 0,4.

Assim, temos que a dívida líquida sobre o patrimônio líquido da companhia é de 0,4. Se convertermos o número para porcentagem, é possível concluir que a empresa deve 40% do seu patrimônio líquido.

Para que serve o indicador?

O indicador de dívida líquida sobre patrimônio líquido serve para entender o grau de endividamento de uma empresa. Talvez você esteja pensando: “Mas a dívida não é uma coisa ruim? Ou seja, quanto menor, melhor!”.

Esse raciocínio normalmente se aplica às finanças pessoais. No entanto, para empresas, o grau de endividamento nem sempre é negativo. Na verdade, ele pode ter um sentido bastante positivo para as companhias.

A lógica é a seguinte: quanto maior é a dívida, menor é o lucro líquido. E quanto menor é o lucro líquido, menor é o Imposto de Renda. Isso significa que, para as empresas, vale a pena usar capital de terceiros e ter dívidas.

Além disso, o endividamento é uma maneira de alavancar o negócio. Mas é claro que chega um ponto em que as dívidas deixam de ser saudáveis. Portanto, é necessário considerar alguns critérios ao analisar a saúde financeira de uma companhia.

Como interpretá-lo?

A dívida líquida sobre patrimônio líquido não indica uma informação diretamente. É preciso interpretar os dados pelo contexto. Por exemplo, um cuidado relevante é comparar empresas do mesmo setor. Isso porque, em alguns setores, o nível de endividamento aceitável costuma ser maior.

Por exemplo, empresas do setor elétrico podem apresentar indicadores maiores sem prejuízos, já que elas têm uma boa previsibilidade de receita. Desse modo, entende-se que as companhias podem ter mais crédito.

Por outro lado, em setores como o de tecnologia, o índice de endividamento aceitável costuma ser menor. Assim, fica claro que a análise tem certas limitações. Por isso, é preciso avaliar o indicador fundamentalista em conjunto com outros, para ter uma visão mais completa da solidez do negócio.

Por que vale a pena conhecer a dívida líquida sobre patrimônio líquido?

Na bolsa de valores, há pessoas que realizam especulação visando o curto prazo. Nesses casos, geralmente não há necessidade de analisar com tanto cuidado os fundamentos de uma empresa.

Por outro lado, quem tem objetivos de médio e longo prazo precisa atentar para eles. Nesse sentido, a análise fundamentalista é essencial. É ela que mostrará para você se a empresa tem qualidade para dar bons resultados no futuro.

Então o indicador de dívida líquida sobre patrimônio líquido é apenas um dos que podem ajudar você a fazer essa avaliação. Caso o investidor avalie uma empresa com indicadores de endividamento ruins, pode ser sinal de que não há boas perspectivas.

Como você pode ver, é essencial entender o indicador de dívida líquida sobre patrimônio líquido. Isso pode dar a você melhores condições de analisar empresas e fazer bons investimentos. Afinal, para quem tem objetivos de longo prazo, é muito importante escolher companhias sólidas!

Gostou das informações que trouxemos neste post? Compartilhe-o em suas redes sociais para que seus amigos aprendam a escolher melhor as Ações no mercado financeiro!

Compartilhe:

Deixe uma resposta


Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.