Renova Invest Facebook

MILL11: o ETF que investe geração Millennials!

MILL11
MILL11

A geração Millennials contempla as pessoas que nasceram entre 1980 e 2000. Eles mudaram hábitos de consumo da geração anterior e são acostumados ao mundo digital. Logo, empresas que atendem esse público têm grande potencial de crescimento. Que tal investir nelas por meio do ETF MILL11?

Essa modalidade contempla grandes companhias internacionais de tecnologia e outros setores que fornecem produtos e serviços utilizados diariamente pela geração Millennials. Portanto, além de ser uma alternativa de fácil acesso na bolsa brasileira, ela permite se expor a investimentos no exterior.

Quer descobrir mais sobre esse ETF, suas características, vantagens, riscos e como investir nele? Então aproveite a leitura deste conteúdo que a Renova Invest preparou para você!

Vamos lá?

O que é um ETF?

Antes de saber tudo a respeito do MILL11, é importante conhecer o que é e como funciona um ETF. Afinal, nem todos estão familiarizados com essa alternativa de investimento.

A sigla ETF significa exchange traded fund. Porém, no Brasil, a alternativa ficou conhecida como fundo de índice. Assim, trata-se de um fundo de investimento que, sob uma gestão profissional, busca espelhar um índice de mercado (benchmark).

Benchmark, por sua vez, é um indicador que mede o desempenho de algum setor da economia ou um conjunto de ativos. Por exemplo, o Ibovespa é um benchmark (índice de referência) que mensura a performance das ações das companhias mais negociadas na bolsa de valores brasileira, a B3.

Como funciona um ETF?

O funcionamento do ETF é semelhante ao dos demais fundos de investimento. Ou seja, é um veículo de investimento coletivo que reúne diversos investidores. Os recursos captados são administrados por um gestor profissional, que escolhe os ativos mais adequados às diretrizes do fundo.

Em um fundo de índice, normalmente, o gestor investe nos mesmos ativos que compõem a carteira teórica do benchmark que será espelhado. Assim, não ele não precisa superar o índice, apenas acompanhá-lo. Por essa característica, o ETF tem uma gestão passiva.

Outra particularidade dos fundos de índice é que, diferentemente de outros fundos de investimentos, suas cotas são negociadas na bolsa de valores. Assim, o investidor precisa ter acesso a um home broker caso queira adquiri-las.

Já o ganho no investimento em ETFs de renda variável acontece com a valorização das cotas. No entanto, incide Imposto de Renda sobre a rentabilidade obtida com a venda de ETFs. A quantia a ser recolhida será de 20% em operações day trade e 15% em operações comuns — com mais de 1 dia.

O que é o MILL11?

Cada ativo ou derivativo negociado em bolsa possui um código de identificação. Em regra, esse código é composto por uma sequência de 4 letras e uma numeração. No caso, MILL11 é o ticker que identifica o ETF It Now MSCI USA IMI Millennials Select 50.

Criado em 16 de junho de 2021, o MILL11 é um ETF que busca espelhar o MSCI USA IMI Millennials Select 50 Index. Esse é um índice composto por 50 empresas negociadas em bolsas dos Estados Unidos, que fornecem produtos ou serviços adequados aos padrões de consumo da geração Millennials.

Entre as companhias que o compõem, estão nomes conhecidos como Facebook, Netflix, Apple, Amazon, Walt Disney, Microsoft, Coca-Cola e muitas outras. Logo, investir nesse ETF pode ser uma oportunidade de investimento em empresas do mercado americano sem precisar sair do Brasil.

Como estratégia de proteção e para cumprir com seu objetivo, o fundo pode destinar parte de seu capital em posições compradas no dólar futuro e ativos não incluídos no índice. Em relação às taxas, em setembro de 2021, a de administração era de 0,5% ao ano — e não havia taxa de performance.

Quais as vantagens e riscos que você deve se atentar ao investir em ETFs?

Ao conferir o que é e como funciona um ETF, chegou o momento de explorar suas vantagens e riscos que ele proporciona. Dessa maneira, é possível decidir se o investimento faz sentido para você.

A primeira vantagem que merece deve ser destacada é a praticidade que os ETFs proporcionam. Semelhante à negociação de ações, eles podem ser comprados e vendidos na bolsa de valores, incluindo os investidores que não tem muito capital.

A acessibilidade também se destaca como vantagem. Isso porque adquirir uma cota de ETF costuma ser menos custoso que comprar cada ação integrante de sua carteira, principalmente aquelas que contêm ativos internacionais, como no caso do MILL11.

Outra vantagem é a possibilidade de dolarizar seu portfólio. Como visto, o MILL11 é composto por ações de empresas norte-americanas cotadas em dólar, e a variação cambial já está inclusa no preço do ETF. Assim, o investidor terá protegido contra a desvalorização do real.

Em relação aos riscos, por se tratar de um investimento de renda variável, eventuais oscilações do mercado podem afetar o seu desempenho. Por conta disso, não é possível prever a rentabilidade que pode ser obtida com o aporte.

Nesse sentido, a depender do ânimo do mercado ou do aumento e diminuição na procura pelo ETF escolhido, existe a possibilidade de enfrentar ganhos ou perdas financeiras. Ainda, há exposição ao desempenho do índice espelhado.

Diante disso, é fundamental considerar o seu perfil de riscos e objetivos para tomar as melhores decisões antes de realizar aportes.

Como investir no ETF MILL11?

Se você se interessou pela alternativa, saiba que investir em ETFs é simples. Primeiro, será preciso ter conta aberta em um banco de investimentos. Afinal, é preciso estar vinculado a essas instituições para ter acesso ao home broker e fazer negociações no ambiente da B3.

Nessa plataforma, digite o código de negociação do ETF em questão (MILL11). Em seguida, indique a quantidade e o preço que pretende pagar. Por fim, clique no botão comprar, para enviar a ordem. Caso ela seja executada, o ETF será incluído em sua carteira após o prazo de liquidação.

Após conhecer o conceito de ETF, seu funcionamento, e detalhes sobre o ETF MILL11, você tem o necessário para decidir se vale a pena investir nessa alternativa. Se ainda tiver dúvidas a seu respeito, você pode procurar ajuda de uma assessoria profissional — como a Renova Invest.

Deseja começar a investir? Entre em contato e converse com um de nossos assessores para conhecer as alternativas disponíveis no mercado!

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.