CSED3- Vale a pena investir em ações da Cruzeiro do Sul

CSED3: Vale a pena investir em ações da Cruzeiro do Sul?

A Cruzeiro do Sul Educacional é um dos maiores grupos educacionais do país. Suas ações são negociadas na bolsa de valores através do código CSED3. Ao longo dos seus 55 anos de história, a companhia já tem um histórico de expansão com a aquisição de outras instituições educacionais.

Seu modelo de negócios tem foco na atuação presencial nas regiões Sul e Sudeste, além do estado da Paraíba. O alcance nacional se dá na modalidade de ensino a distância. No setor em que atua, a Cruzeiro Educacional é uma referência de instituição de ensino.

Quer saber mais sobre a história da Cruzeiro do Sul Educacional, seus resultados relevantes e as expectativas para o setor? Continue a leitura e confira!

História da Cruzeiro do Sul

A Cruzeiro do Sul Educacional foi fundada em 1956 na cidade de São Paulo. Em 2021, já era composta por um colégio e 11 faculdades. Assim, reunia 350 mil alunos e aproximadamente 8 mil colaboradores.

O diferencial estratégico do grupo é o fato de atuar com marcas, instituições e posicionamentos diferentes. Isso ocorre conforme os mercados específicos e as características das cidades onde mantém instituições de ensino.

O objetivo da instituição é sempre apresentar os melhores indicadores acadêmicos de qualidade dentre os estabelecimentos de ensino particulares brasileiros. Os serviços são direcionados aos jovens de diferentes classes.

Em 2020, a Cruzeiro do Sul atingiu o marco de mil polos de ensino a distância. Com isso, o grupo se consolidou como um dos principais players do mercado.

IPO da empresa

A oferta pública de ações, também conhecida como IPO (initial piblic offering) é um processo no qual uma empresa abre capital publicamente pela primeira vez. Assim, ela passa a negociar ações na bolsa de valores.

Muitos investidores se interessam por IPOs por identificarem oportunidades a partir do crescimento das companhias. Isso pode significar rendimentos para a carteira de investimento – principalmente no longo prazo.

A oferta inicial de ações do grupo privado de ensino Cruzeiro do Sul Educacional (CSED3) ocorreu no dia 11 de fevereiro de 2021. O preço inicial foi de R$14 por ação. No fechamento do pregão, os papéis estavam em forte queda, de 7,29% e foram negociados a R$12,98.

A cotação ficou abaixo do esperado, mas movimentou R$1,23 bilhão. Desse total, R$1,07 bilhão correspondem à emissão de ações novas.  Nesse caso, os recursos vão para o caixa da empresa.

Para as empresas, o IPO representa a oportunidade de atrair investidores para captar recursos e fazer o negócio crescer. Uma companhia que decide abrir capital e entrar na bolsa mostra que está em expansão e pode ter potencial para crescer mais.

Com isso, ela pode atrair muitos investidores. Além disso, por estar na bolsa, a organização deve realizar uma gestão mais transparente. Assim, o IPO ajuda a fortalecer a imagem da empresa, o que também é importante.

O grupo Cruzeiro do Sul definiu o uso do capital em investimentos para a expansão, via fusões e aquisições. O restante das vendas foi de ações detidas por sócios da Cruzeiro do Sul — incluindo fundos geridos pela Magnetis e pela BRL Trust.

Resultados relevantes

De acordo com o prospecto divulgado pela empresa, o lucro líquido da Cruzeiro do Sul totalizou R$ 120,8 milhões em 2019, e havia sido R$ 117,8 milhões de 2018. No terceiro trimestre de 2020, diante da crise econômica, o prejuízo líquido do grupo somou R$ 78,3 milhões.

No acumulado até setembro de 2020, a receita líquida totalizou R$ 1,331 bilhão, contra R$ 1,109 bilhão no mesmo período de 2019. O Ebtida ficou em R$ 222,8 milhões nos nove primeiros meses de 2020. Ebitda é a sigla para earning before interest, taxes, depreciation and amortization.

O conceito podendo ser traduzido como lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização. O indicador informa o lucro de uma empresa antes de serem descontados os custos com juros e impostos, além de perdas com depreciação e amortização.

O prospecto do IPO também traz alguns riscos para o investidor. Um deles é que o grupo enfrenta concorrência significativa nos cursos que oferece e em cada mercado geográfico em que opera. Assim, a Cruzeiro do Sul pode não conseguir manter seu crescimento por expansão e aquisição.

Além disso, a companhia pode ter dificuldades em abrir, gerenciar e integrar com eficiência novas unidades. A perda ou redução das políticas de financiamento e benefícios fiscais também poderão afetar os resultados da Cruzeiro do Sul.

Expectativas do setor

No Brasil, o setor de educação é altamente dependente da mobilidade social e foi muito afetado pela crise causada pelo coronavírus. Com a necessidade de afastamento social para conter a proliferação do vírus, os alunos deixaram as salas de aula.

Assim, a pandemia afetou profundamente a educação. De forma inesperada, as escolas e faculdades tiveram que investir fortemente na transição para um modelo digital de ensino. Outro problema gerado foi a inadimplência e também a evasão.

Afinal, em muitos casos houve impacto na renda familiar, afetando a manutenção das mensalidades. Outro ponto de destaque é que o gasto com pessoal, que é parte significativa no orçamento de instituição de ensino, não pode ser tão reduzido, mesmo com as salas de aula fechadas.

Com isso, em geral, as empresas do setor educacional tiveram resultados ruins, especialmente no segundo trimestre de 2020. Esse período foi o mais impactado pela crise do coronavírus que teve início no Brasil no fim de março.

Em 2021, o setor ainda sofre com a pandemia, especialmente diante das incertezas causadas pelas novas variantes do vírus. A expectativa sobre a retomada das aulas e a dúvida sobre o ensino online são fatores que continuam impactando o setor.

Contudo, é importante ter em mente que a decisão de investimento deve ter foco no longo prazo. Assim, avalie com cautela os fundamentos da empresa, cenário e outras informações relevantes ao fazer sua escolha.

Gostou de saber mais sobre CSED3, as ações da Cruzeiro do Sul Educacional? Antes de decidir se vale a pena comprar os papéis, não deixe de analisar o seu perfil de investidor e os seus objetivos. Assim, você poderá fazer escolhas mais alinhadas com as suas expectativas.

Quer investir com foco no longo prazo? Então complemente a leitura e descubra como analisar os fundamentos das ações!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Deixe uma resposta


Postagens Relacionadas

Mais Lidos

Categorias

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.