Quando falamos em investimentos e compra de ativos, é natural fazer uma associação direta com a bolsa de valores. No entanto, ela não é o único espaço que permite essas negociações. É nesse contexto que surge o mercado balcão.

Esse ambiente se configura como mais um espaço onde os investidores podem comprar e vender ativos financeiros. No entanto, há relevantes diferenças em relação à bolsa de valores. Por isso, entendê-las é fundamental para iniciar seus investimentos.

Quer saber mais? Acompanhe a leitura para conhecer tudo o que precisa sobre o funcionamento do mercado balcão!

O que é o mercado balcão?

O mercado balcão consiste em um ambiente para negociação de ativos financeiros que podem não ter registro na bolsa de valores. Assim como a bolsa, todas as operações nele são feitas por telefone ou internet.

Além disso, o mercado balcão se apresenta como um ambiente mais flexível e menos transparente que a bolsa de valores. No entanto, isso não significa que não há regulamentação. As corretoras que operem nele são autorizadas pela Comissão de Valores Mobiliários.

No Brasil, há dois tipos de mercado balcão. São eles:

  • organizado;
  • não organizado.

O mercado balcão organizado se configura em um ambiente onde empresas podem negociar suas ações sem a necessidade de atender às exigências da bolsa de valores. Suas operações são registradas e, assim, apresentam uma maior segurança para quem investe.

O não organizado, por sua vez, é o formato tradicional de um mercado balcão. Nele, não há o registro das transações, sendo menos transparente. Geralmente, ele é buscado por investidores para negociação de ativos com menor liquidez em outros mercados.

Qual sua importância?

O mercado balcão cumpre um papel importante em garantir uma maior diversidade de espaços para negociação de ativos. Além disso, como em muitos casos não há o registro em tempo real no valor de um papel, os investidores têm uma maior flexibilidade para negociar.

Para as empresas, o mercado balcão também traz pontos positivos. As companhias de menor porte e sem estrutura para abrirem seu capital na bolsa, por exemplo, podem enxergá-lo como uma alternativa para atrair investidores.

Ademais, esse tipo de mercado envolve menos burocracias. Por isso, as empresas têm menos requisitos a cumprir antes de começar a negociar seus títulos nesse ambiente.

O que é negociado no mercado balcão?

Como você viu, o mercado balcão é o espaço onde uma diversidade de ativos financeiros pode ser negociada. Lá é possível adquirir ações, debêntures e outros títulos mobiliários emitidos por organizações do setor privado.

INVISTA EM AÇÕES COM A PLANILHA DE ANÁLISE FUNDAMENTALISTA Invista em ações

Também é possível encontrar diversos fundos de investimentos, como fundos de índice (ETFs) e fundos imobiliários (FIIs). Em adição a esses, no mercado balcão existem produtos de renda fixa. Entre as opções nessa classe, há certificados de recebíveis imobiliários (CRI) e debêntures.

Qual a diferença entre a bolsa e o mercado balcão?

Com essas informações em mãos, você pode acreditar que o mercado balcão não apresenta tantas diferenças em relação à bolsa de valores. No entanto, ambos os ambientes possuem características e funcionamentos distintos entre si.

A bolsa, como você viu, é um ambiente mais rígido e transparente. Dessa forma, os investidores podem acompanhar em tempo real as variações do mercado. Além disso, as empresas listadas devem cumprir uma série de requisitos.

Já no mercado balcão, mesmo que haja o registro das transações, elas podem se tornar públicas apenas quando as negociações terminam. Além disso, não é comum acompanhá-las em tempo real, como acontece na bolsa. No mercado não organizado, inclusive, as transações podem nem mesmo ser divulgadas.

Outra diferença, como você viu, é que o mercado balcão é menos burocrático que a bolsa. As regras para as empresas são menos rígidas. Assim, também é comum ver organizações que fazem uso do ambiente como espécie de preparação até sua abertura de capital na bolsa de valores.

Quais as oportunidades e os riscos do mercado balcão?

A principal vantagem de se investir no mercado está na sua flexibilidade. Como as transações não são públicas e em tempo real, os investidores podem ter outras possibilidades de negociação. Dessa forma, se torna mais fácil encontrar investimentos com potencial mais elevado de rendimentos.

Além disso, como você viu, o ambiente com menos concorrência pode torná-lo interessante para as empresas menores que buscam atrair investimentos. Assim, elas podem angariar recursos sem ter, necessariamente, de se adequar às normas da bolsa de valores.

Também é importante destacar que, mesmo com essas características, o mercado balcão conta com regulamentações. Como vimos, há segurança institucional — já que todas as corretoras que intermediam as operações nesse ambiente precisam obter as devidas autorizações da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Contudo, é importante ter atenção aos riscos. Como boa parte dos ativos negociados no mercado balcão fazem parte da renda variável, não há garantias de retorno. Além disso, a sua menor transparência também cobra do investidor uma maior tolerância aos riscos envolvidos nas negociações — inclusive na renda fixa.

Ademais, uma vez que esse mercado é menos acessado por investidores na comparação com a bolsa de valores, é essencial considerar os riscos de liquidez desses ativos. É possível encontrar dificuldades em vendê-los caso exista essa necessidade, por exemplo.

Como ter sucesso no mercado balcão?

Como em qualquer investimento a ser feito, é essencial que o investidor dedique tempo para entender o funcionamento do mercado balcão se desejar participar desse ambiente. Isso será fundamental para trazer uma maior clareza ao processo de decisão.

Outra questão fundamental está na compreensão sobre o seu perfil de investidor. O mercado balcão conta com diversos ativos de renda variável, principalmente ações. Por isso, se torna um ambiente mais receptivo para investidores moderados e arrojados.

Além disso, por suas particularidades, esse pode não ser o ambiente mais adequado para o investidor iniciante. Afinal, essas negociações demandam maior entendimento por parte do investidor.

Contudo, é possível aproveitar eventuais oportunidades do mercado balcão a partir do suporte de uma assessoria de investimento. Esse auxílio possibilitará um melhor entendimento sobre como funciona o mercado balcão e como encontrar investimentos que possam estar alinhados ao seu perfil e objetivos.

Agora você sabe que o mercado balcão se apresenta como uma oportunidade para quem busca novas alternativas de investimento. Com menos burocracia, o ambiente traz mais flexibilidade tanto para investidores quanto para empresas — mas também requer mais cuidado!

Quer saber mais sobre os investimentos no mercado financeiro? Entre em contato com um de nossos assessores na Renova Invest!