Renova Invest Facebook

Análise Completa: Resultado Intelbras (INTB3) 3T21

Resultado Intelbras (INTB3) 3T
Resultado Intelbras (INTB3) 3T

No dia 28 de outubro, foi apresentado o resultado Intelbras (INTB3) 3T21 e as equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual já realizaram a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Intelbras apresenta resultados resilientes

De acordo com o relatório do BTG Pactual, a Intelbras (INTB3) anunciou resultados resilientes no período, apesar do cenário desafiador.

Enquanto isso, de acordo com o relatório da Eleven, a companhia apresentou mais um trimestre de bom crescimento.

O destaque do período foi o desempenho das unidades de energia e segurança.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações INTB3 estavam sendo negociadas a R$ 27,90. A capitalização de mercado era de R$ 9,13 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 52,42 milhões.

Resultado Intelbras (INTB3) 3T21

Sólido desempenho das unidades de energia e segurança

Segundo o relatório do BTG Pactual, a Intelbras apresentou um bom desempenho no 3T21, com destaque para as unidades de energia e segurança.

A unidade de segurança da apresentou resultados sólidos. Mesmo com números fortes no 3T20, as receitas e volumes cresceram +26% na comparação de base anual. Nota-se que a unidade representou 54% da receita consolidada da Intelbras no período.

Já a unidade de energia voltou a brilhar. A receita líquida teve alta de +38% em relação ao 2T21 e superou as estimativas da equipe em +20%. A margem bruta foi pressionada em -300 pontos base dado o aumento da participação da energia solar. A unidade representou 18% da receita da companhia.

Pressão na unidade de comunicações

Conforme informa o BTG Pactual, a unidade de comunicações da Intelbras foi pressionada no 3T21 por problemas nas cadeias de suprimentos.

Dada a escassez de semicondutores, houve queda do faturamento de comunicações no período. Segundo a Eleven, o faturamento caiu -6,3% na comparação de base anual.

Como resultado, a receita líquida da unidade teve queda de -15% e -6%, respectivamente, nas comparações trimestral e anual. Como resultado, passou a representar 28% da receita contra 34% no 2T21.


INVISTA EM AÇÕES COM A PLANILHA DE ANÁLISE FUNDAMENTALISTA Invista em ações


Apesar das adversidades, a equipe do BTG reconhece que a demanda continua forte no segmento. A unidade está bem posicionada para continuar entregando resultados assim que houver a normalização da cadeia de suprimentos.

Faturamento consolidado cresce no trimestre

De acordo com o BTG Pactual, a Intelbras conseguiu aumentar seu faturamento apesar do cenário desafiador.

Vale lembrar que o terceiro trimestre foi caracterizado por grande deterioração nos custos logísticos para importar da China, falta de suprimentos e câmbio volátil.

Mesmo assim, a companhia reportou que seu faturamento teve um aumento de +5% na comparação de base trimestral. No que se refere à receita líquida consolidada, atingiu quase R$ 760 milhões. Isso representa crescimento de +24% na comparação anual.

Apesar das pressões de custos de matérias-primas, a Intelbras elevou os preços e manteve a margem bruta estável no período. A margem bruta ficou em 30%.

Resultado Intelbras (INTB3) 3T21

EBITDA abaixo das estimativas

Conforme informa o BTG Pactual, o EBITDA ajustado da Intelbras ficou em R$ 89 milhões. O número revela queda de -7% em relação ao 2T21. Além disso, esse resultado ficou abaixo das estimativas da equipe em -14%.

O EBITDA continua pressionado devido, principalmente, ao aumento das despesas comerciais. De acordo com a equipe da Eleven, esse aumento das despesas é reflexo do plano de expansão da Intelbras, tendo em vista suportar seu crescimento.

Lucro Líquido cresce no trimestre

Conforme o relatório do BTG Pactual, o lucro líquido da Intelbras no terceiro trimestre foi de R$ 88 milhões. Esse número representa alta de +4% em relação ao 2T21. O resultado é reflexo de um resultado financeiro positivo e da política de proteção cambial.

Resultado Intelbras (INTB3) 3T21

Resultado Intelbras (INTB3) 3T21: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual considera que a Intelbras (INTB3) é uma boa ação para se manter em tempos de volatilidade. A companhia tem uma posição única, com distribuição e poder de precificação impressionantes.

A Intelbras segue líder de mercado e negocia a um valuation atraente para uma companhia que cresce de forma consistente, mesmo em um cenário desafiador.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 28,00 .

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven considera que a Intelbras (INTB3) está bem precificada ante o cenário de pressão das margens. Nota-se que a equipe revisou seu preço-alvo e recomendação, a fim de incorporar o maior nível de prêmio de risco.

Assim, estabelece recomendação neutra, com preço-alvo em R$ 31,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise das equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual sobre o resultado Intelbras (INTB3) 3T21. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.

Veja também

botão de concordância

0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.