Renova Invest Facebook

Stablecoins: o que é, quais as vantagens e como investir

O que e Stablecoin e qual a sua funcao
O que e Stablecoin e qual a sua funcao

Tipo de moeda digital, as stablecoins nasceram no promissor cenário das criptomoedas e estão ligadas aos ativos tradicionais do mercado, como dólar e ouro. Por ter esse caráter mesclado, une o mundo descentralizado do Bitcoin (BTC) com o ambiente cheio de regulamentação do mercado financeiro, ganhando mais popularidade do entre os que estão loucos para investir. 

Antes de se jogar nas oportunidades em criptomoedas, descubra melhor como as stablecoins funcionam, além de quais são as mais importantes do mercado e as vantagens e desvantagens de colocar seu dinheiro nelas.

Vem com a Renova Invest! 

O que são Stablecoins? 

“Stable” significa estável em português e “coin” significa moeda, então, stablecoins são moedas com baixa volatilidade. Também é diferente da maioria das criptomoedas que vivem uma verdadeira montanha-russa, já que são vinculados a outros ativos, como moedas fiduciárias e commodities

A stablecoin é criada – normalmente – em uma blockchain, que nada mais é do que um tipo de banco de dados que nasceu com o Bitcoin lá no final de 2008. Outro ponto aqui que não acontece com moedas digitais como Bitcoin, Ethereum (ETH), Dogecoin (DOGE) e outras, que não têm lastro, é que quando uma moeda estável é colocada no mercado, seu emissor precisa ter a mesma quantidade do ativo atrelado em caixa.

Essa categoria de criptomoedas seguem a lógica do do padrão-ouro, sistema que regeu o mundo até agosto de 1971. Na antiguidade, a emissão de papel-moeda estava diretamente ligada à quantidade de metal que o país detinha no tesouro.   

Quais são os tipos de stablecoins? 

  1. Lastreadas em moeda fiduciária – são lastreadas em “moeda fiat” na proporção 1 por 1, em para cada stablecoin gerada, a empresa/projeto emissor tem a mesma quantidade em caixa como reserva. Podem ser lastreadas em dólar, euro, real e outras. 
  2. Lastreadas em criptomoedas – são lastreadas em outras criptomoedas. A colateralização é feita com um ativo digital, como a DAI, que para ser gerada, é preciso depositar ETH em um contrato inteligente.
  3. Stablecoins lastreadas em commodities – são lastreardes em commodities, como metais preciosos. Uma das principais representantes dessa categoria é a PAX Gold, em que o ouro é o ativo físico. 
  4. Stablecoins algorítmicas – aqui, a estabilidade vem do uso de algoritmos e contratos inteligentes. Inclusive, a DAI que já mencionamos acima é um exemplo de stablecoin lastreada em cripto, também se identifica como algorítmica.

Principais stablecoins 

É claro que o que não falta são tipos de criptomoedas no mercado e há quase uma centena de stablecoins para você investir, de acordo com o CoinGecko. Mas, para nortear melhor, listamos as cinco principais nesse momento: 

  • Tether (USDT)

Foi a primeira criptomoeda estável lançada no mercado, criada em 2014. O idealizador é Brock Pierce, ex-ator de Hollywood e candidato a presidente dos Estados Unidos em 2020. Para a empresa, uma unidade de USDT é pareada em um dólar, mas alguns especialistas contestaram essa informação. Mesmo com as dúvidas, a USDT é muito usada e tem uma das maiores capitalizações. 

  • USD Coin (USDC)

Lançada em 2018 pelo consórcio Centre, criado pelas empresas Circle e Coinbase, é uma moeda digital pareada em dólar na proporção de 1:1. Segundo a empresa, guardam o valor equivalente em contas de instituições financeiras regulamentadas nos Estados Unidos. Um ponto importante é que o projeto é transparente com suas reservas. 

Renda fixa
Seta Tripla

Descubra agora a
NOVA RENDA FIXA
que pode turbinar seus ganhos. 


  • Binance USD (BUSD)

Criada em 2019 pela Paxos Trust Company, a companhia oferece infraestrutura de blockchain junto com a Binance, que é o maior exchange do mundo em volume de negociações. A moeda é atrelada ao dólar na proporção 1:1. Além disso, a Paxos afirma que tem guardado em seu caixa a quantia de dólares americanos igual à oferta total de BUSD.

  • TerraUSD (UST)

Lançada em 2020, a UST é uma stablecoin algorítmica da empresa de blockchain Terra em parceria com a exchange Bittrex Global. Cada unidade equivale a US$ 1. Com isso, para que uma UST seja posta em circulação, outra criptomoeda do grupo Terra, deve ser queimada. Ou seja, esse projeto não tem dinheiro depositado em uma conta bancária na mesma proporção que o total emitido. 

  • MakerDAO (DAI)

Criado em 2014, o projeto MakerDAO foi um dos primeiros projetos de finanças descentralizadas (DeFi) a rodar na rede do Ethereum. Sua stablecoin DAI é uma das principais existentes das moedas estáveis pareadas em criptomoedas. Para gerar unidades é preciso deixar ETH em um contrato inteligente. Além disso, para pegar US$ 1 mil em DAI é necessário depositar US$ 2 mil em ETH em um smart contract.

Riscos x Vantagens

Comprar uma stablecoin é como ter um o ativo pareado, em uma processo bem mais simples que os demais. As grandes vantagens desse tipo de investimento é a praticidade e estabilidade, o que faz com que o investidor não perca nem a cabeça e nem muito dinheiro. 

Por outro lado, o risco principal está atrelado ao emissor do ativo. A companhia por trás da moeda precisa ser bem analisada par ter certeza de que é segura, criando moedas estáveis somente quando tem a mesma quantidade em caixa do ativo pareado.

A confiança pode afetar a liquidez. Por exemplo, se você compra um ‘cripto dólar’ de alguém que não é confiável e depois quer vender isso na equivalência de um para um, talvez o mercado não goste muito e desconfie, o que pode fazer com que você perca rendimento. 

Como investir em Stablecoins?

No nosso país, o investidor pode comprar stablecoins diretamente nas exchanges. A abertura de conta nessas empresas costuma ser gratuita, sendo assim, é só acessar o site, efetivar um cadastro e enviar documentos pessoais para confirmar a identidade.

Depois da finalização de todos os processos iniciais, você pode enviar reais para a plataforma e trocá-los por stablecoins. No Brasil, as corretoras com operação oferecem USDT, USDC, DAI, BUSD e outras. De acordo com a Receita Federal, a criptomoeda estável mais usada pelos brasileiros é a USDT.  

Não perca tempo e aperfeiçoe seus conhecimentos, se inscreva no nosso canal do YouTube para explorar as melhores oportunidades de investimentos no mercado.

Ficou com alguma dúvida? Caso queria conhecer mais alternativas de investimentos, conte com a nossa assessoria! Entre em contato conosco, temos uma equipe preparada para ajudar você!


Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.