Busca de Artigos no blog

Rombo de R$ 20 bilhões e queda nas ações: o que está acontecendo com a Americanas?

O que está acontecendo a americanas
O que está acontecendo a americanas

Não se fala de outra coisa do que da situação da Americanas depois de divulgar o rombo de R$ 20 bilhões em seu último balanço. As ações cotadas agora a R$ 2,72, representa uma queda de 77,33%, enquanto a companhia passou de R$ 10,82 bilhões para R$ 2,45 bilhões quando se trata de valor de mercado. Em um dia, ela perdeu R$ 8,37 bilhões em valor na Bolsa de Valores, de acordo a TradeMap.

Se você está perdido em tantas informações que estão circulando sobre isso, fique por aqui e entenda tudo. Caso tiver ações na empresa e não souber o que fazer, entre em contato e marque uma reunião com um de nossos assessores de investimentos!

Mas, o que está acontecendo com a Americanas?

As ações das Americanas (AMER3) perderam mais de 70% de valor na Bolsa na última quinta-feira (12). Ou seja, quem tinha na quarta-feira (11) R$ 1.000 reais aplicados em AMER3, passou a ter apenas R$ 226,70. Em uma conferência organizada pelo BTG Pactual e transmitida virtualmente (mas de forma limitada), o ex-presidente-executivo da Americanas, Sergio Rial informou que não acredita que a companhia seja “tóxica.

O ponto chave da questão estourar é porque ele pediu demissão do cargo após o anúncio do rombo. Rial lamentou as perdas dos pequenos acionistas. É dramático para o acionista que comprou (ativos da Americanas). Mas a empresa é grande o suficiente para ser redesenhada”, disse.

Muita gente ficou surpresa ao saber que uma grande empresa popular estava tão quebrada. Acontece que quando uma companhia varejista compra algo de um fornecedor, ela dá a ele duas opções de pagamento: depois de um certo período, mas com acréscimo de preço, ou à vista, pelo valor normal. Um detalhe importante é que nesse caso, quem paga não é a Americanas, mas sim o banco.

Segundo explicou Rial para os analistas, os R$ 20 bilhões são a soma dessa dívida com bancos durante sete anos.

Isso é problemático?

Certamente não é a melhor coisa do mundo, ainda mais porque as dívidas que a empresa disse que tinha em seu balanço na verdade são maiores. Por outro lado, o patrimônio líquido está superestimado, já que tudo que foi pago em juros no passado não foi abatido dos lucros.

Isso significa que quando o investidor comprou ação da Americanas, com base nas informações de balanço, foi induzido a acreditar que estava adquirindo um papel com chance de se valorizar e crescer. O que ninguém imaginava é que a empresava estava prestes a apresentar vários problemas financeiros.

O caso da Americanas chama a atenção sobre as auditorias contábeis das empresas abertas, da mesma forma que ocorreu com a fraude de provisão encontrada na Via Varejo em 2019. O desvio contábil comprova uma dificuldade de transparência na gestão das empresas brasileiras.

Opinião do ex-CEO

Por mais que tenha pedido demissão logo após descobrir a situação. Para Rial, nem tudo está perdido. “O que é importante agora é manter a empresa funcionando. A empresa tem R$ 9 bilhões em caixa. Não vejo um impacto de curto prazo no caixa. A não ser que os bancos resolvam acelerar a dívida e aí a história é uma história judicializada”, comentou o ex-CEO aos analistas.

Se a situação tem saída, então por que deixar o cargo? Questionado sobre isso e de como está a sua relação com Marcel Herrmann Telles, Carlos Alberto Sicupira e  João Paulo Lemann, que formam a 3G Capital, que é a maior acionista da companhia, Rial respondeu: “Claramente houve erros na trajetória deles. E seria imaginável que esses erros não existissem, seja pela audácia ou pela agressividade deles. Mas nunca pela falta de transparência. Agora eles têm um novo dissabor. As vozes mais negativas remetem: ‘ah, eles não foram bem na ALL (América Latina Logística)? Ah, acabei de lembrar aqui: eles também não tiveram um problema na Heinz?’ Mas nunca se deixou de reportar, de dizer e endereçar os problemas que existiram.”

E o que diz a Americanas?

Em comunicado publicado no dia 12 de janeiro, a companhia disse:

Neste momento, não é possível determinar todos os impactos de tais inconsistências na demonstração de resultado e no balanço patrimonial da Companhia. Somente com a conclusão de trabalhos de apuração e dos trabalhos a serem realizados pelos auditores independentes, após o que será possível determinar adequadamente todos os impactos que tais inconsistências terão nas demonstrações financeiras da Companhia.”

Não perca tempo e aperfeiçoe seus conhecimentos, se inscreva no nosso canal do YouTube para explorar as melhores oportunidades de investimentos no mercado.

Ficou com alguma dúvida? Caso queria conhecer mais alternativas de investimentos, conte com a nossa assessoria! Entre em contato conosco, temos uma equipe preparada para ajudar você!

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.