Renova Invest Facebook

Ativos e Passivos: Entendendo o Significado na Contabilidade

ativos e passivos na contabilidade
ativos e passivos na contabilidade

Os ativos e passivos desempenham um papel fundamental na contabilidade financeira das empresas. Esses elementos são registrados no balanço patrimonial, um relatório contábil que demonstra a posição financeira e econômica de uma organização.

O que são Ativos e Passivos?

Os ativos são os bens e direitos controlados pela empresa, que podem ser convertidos em meios monetários e afetar a liquidez do negócio. Eles incluem o dinheiro em caixa, móveis e imóveis, maquinários e estoque de mercadorias. Além disso, representam os direitos da empresa, como as dívidas a receber.

Por outro lado, os passivos são as obrigações assumidas pela empresa, ou seja, as despesas que precisam ser pagas. Eles incluem contas a pagar, como fornecedores e impostos, e representam os valores que geram saídas de dinheiro quando são liquidadas.

A diferença entre o valor total dos ativos e passivos de uma empresa é conhecida como patrimônio líquido. Esse valor indica a posição referente às atividades, investimentos e os valores que os acionistas ou sócios possuem em um negócio. Podemos representar essa relação através da fórmula:

Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido

Patrimônio Líquido = Ativo - Passivo

Ativos Circulantes e Não Circulantes

Os ativos são divididos em duas categorias principais: circulantes e não circulantes. Os ativos circulantes são aqueles relacionados às disponibilidades da empresa a curto prazo, ou seja, que podem ser realizados em um período inferior a um ano. Alguns exemplos desses ativos são:

  • Disponibilidades: caixa, saldo em conta bancária ou aplicações financeiras de liquidez imediata.
  • Estoques: matéria-prima, produtos em produção e produtos acabados.
  • Créditos: contas a receber, adiantamentos, tributos a recuperar, aplicações financeiras de curto prazo.

Por outro lado, os ativos não circulantes registram os bens e direitos a longo prazo, que permanecem na empresa por mais de um ano. Esses ativos incluem:

  • Ativos fixos: terrenos, máquinas, instalações, móveis, veículos, ferramentas.
  • Ativos intangíveis: marcas, patentes, programas para computador.
  • Investimentos: aplicações financeiras e participações societárias de longo prazo.

Passivos Circulantes e Não Circulantes

Da mesma forma que os ativos, os passivos também são divididos em circulantes e não circulantes. Os passivos circulantes são as obrigações que a empresa possui a curto prazo, ou seja, que devem ser liquidadas em um período inferior a um ano. Alguns exemplos desses passivos são:

  • Contas a pagar: fornecedores, salários e obrigações trabalhistas, aluguéis.
  • Empréstimos e financiamentos: capital emprestado a ser pago em menos de um ano.
  • Investimentos na empresa: aplicações feitas na empresa através de terceiros, como debêntures.

Já os passivos não circulantes são as obrigações que a empresa tem que cumprir a longo prazo, levando mais de um ano para serem pagas. Alguns exemplos desses passivos são:

Renda fixa
Seta Tripla

Descubra agora a
NOVA RENDA FIXA
que pode turbinar seus ganhos. 


  • Empréstimos e financiamentos: capital tomado pela empresa a ser pago ao longo de anos.
  • Investimentos na empresa: títulos e debêntures com prazos superiores a um ano.
  • Provisões: reserva para possíveis despesas futuras.

Liquidez Corrente

A liquidez corrente de uma empresa indica a sua capacidade de pagar suas dívidas a curto prazo. Para calcular a liquidez corrente, é preciso considerar os ativos circulantes e os passivos circulantes. A fórmula para calcular a liquidez corrente é:

Liquidez Corrente = Ativo Circulante / Passivo Circulante

Se o resultado for maior que 1, significa que a empresa possui ativos suficientes para pagar suas dívidas correntes. Caso o resultado seja menor que 1, indica que a empresa não possui disponibilidades suficientes para quitar suas dívidas a curto prazo.

Conclusão

Em resumo, os ativos representam os bens e direitos controlados pela empresa, enquanto os passivos são as obrigações que a empresa possui. A diferença entre os ativos e passivos é o patrimônio líquido da empresa. Tanto os ativos quanto os passivos são divididos em circulantes e não circulantes, dependendo do prazo em que podem ser realizados ou liquidados. A liquidez corrente é um indicador importante para avaliar a capacidade de pagamento de uma empresa a curto prazo.

É fundamental que as empresas mantenham um controle adequado de seus ativos e passivos, pois isso influencia diretamente a saúde financeira do negócio. A correta gestão dos ativos e passivos contribui para o crescimento e sucesso da empresa, garantindo uma posição sólida no mercado e estabelecendo uma base sólida para futuros investimentos.

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.