Horário das 8:30-19:00
atendimento@renovainvest.com.br
11-3192-3882

Single Blog Title

This is a single blog caption
remessa de câmbio: uma mão passando um dólar para outra

Remessa de câmbio: você sabe como funciona?

//
Posted By
/
Comentário0
/
Categories

Você já precisou fazer uma remessa de câmbio? Essa é uma operação comum para pessoas e empresas que precisam pagar ou negociar compromissos em moedas estrangeiras. É o caso de realizar pagamentos, organizar um intercâmbio, enviar dinheiro para familiares ou amigos etc.

A necessidade de envolver o câmbio neste processo sempre que for preciso trocar moedas diferentes. Quem envia uma quantia para os Estados Unidos, por exemplo, não pode fazer isso em real. Deve-se comprar dólar — que será a moeda recebida no país.

De modo semelhante, receber dinheiro do exterior também inclui a venda de uma moeda estrangeira e a compra do real. Você não sabe ao certo como funciona o processo? Confira informações neste post!

O que é a remessa de câmbio?

Alguém que precisa fazer uma remessa ou transferência internacional tem várias opções disponíveis, seja por meio de pessoa física ou jurídica. Uma delas é o envio mediado por um banco comercial. Nesse caso, funciona como ordem de pagamento.

Contudo, geralmente a alternativa não é a mais vantajosa – pois costuma apresentar custos mais altos. Em muitos casos, há cobrança dupla: tanto quem envia o dinheiro quanto quem o recebe deve pagar taxas pela operação.

Com isso, vale a pena conhecer outras opções, como a remessa de câmbio — realizada por bancos de investimentos, por exemplo. Os pagamentos e transferências feitos em moedas internacionais dessa forma podem ser mais rápidos e muito mais baratos.

Como ela funciona?

A remessa de câmbio é feita por meio de uma transferência eletrônica. O dinheiro sai da sua conta, é convertido na moeda estrangeira desejada e enviado para a pessoa ou empresa que deve recebê-lo.

Os custos relativos à instituição que media a transferências podem ser mais competitivos do que os praticados por bancos comerciais. Mas é preciso ficar atento aos gastos com impostos — especialmente ao Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

Também é preciso se informar sobre a taxa de câmbio. Além de variar de acordo com o preço das moedas no mercado a cada dia, ela também pode ser diferente entre as instituições que oferecem o serviço de remessa de câmbio.

Como fazer remessa de câmbio?

Uma forma simples de fazer uma transferência internacional é contar com uma instituição devidamente habilitada para intermediar estas operações e possua condições comerciais atrativas – seguindo todas as normas da Receita Federal.

No BTG Pactual, por exemplo, você pode usufruir da expertise e estrutura do maior banco de investimentos da América Latina para fazer suas remessas.

As operações de câmbio são ágeis e seguras, pois contam com uma equipe própria para cuidar deste setor. O processamento das transferências também acontece de maneira rápida, a partir da assinatura eletrônica dos contratos de câmbio.

A equipe do banco também pode ajudar você a organizar todo o processo e lhe informará sobre os documentos necessários — que são diferentes para pessoas físicas ou jurídicas.

Agora que você sabe o que é e como funciona a remessa de cambio, ficou mais fácil enviar dinheiro para o exterior, certo? Basta colocar as informações em prática para organizar suas demandas internacionais da melhor forma!

Ficou com alguma dúvida sobre o tema? Deixe seu comentário!

Leave a Reply

[name=SIGNUP_SUBMIT_BUTTON]
[name=SIGNUP_SUBMIT_BUTTON]
[name="SIGNUP_FORM_LABEL"]
[name="SIGNUP_FORM_LABEL"]
[name='SIGNUP_BODY']
[name='SIGNUP_BODY']