Renova Invest Facebook

Binance Visa Card: o que é e como funciona?

Você já ouviu falar do Binance Visa Card? Esse tipo de cartão pode ser utilizado por quem possui criptomoedas e quer fazer pagamentos e transferências com esses ativos. No entanto, é preciso entender como ele funciona.

Isso porque a utilização do cartão pode trazer riscos relacionados às instituições e ao próprio mercado de criptoativos. Portanto, conhecer o seu funcionamento e suas diferenças em relação a outros cartões é essencial para avaliar se esse serviço pode suprir suas necessidades.

Quer saber mais? Neste conteúdo você conhecerá os cartões de criptomoedas e verá como funciona o Binance Visa Card.

Não perca!

O que é um cartão de criptomoedas e como funciona?

Uma informação importante antes de conhecer o Binance Visa Card diz respeito ao funcionamento geral dos cartões de criptomoedas. Eles são meios de pagamento que utilizam esses ativos em operações de débito ou crédito.

ONDE INVESTIR
EM 2024
DESCUBRA COMO ESCOLHER AS PEÇAS CERTAS PARA CONSTRUIR UM PORTFÓLIO SÓLIDO.

Conhecidos como cartões cripto, eles servem para efetuar pagamentos em estabelecimentos que aceitem esse meio financeiro. Apesar do nome, o cartão cripto não faz o pagamento ao destinatário necessariamente com criptomoedas.

Na verdade, o vendedor receberá o dinheiro real em sua conta — de acordo com a moeda em que ocorreu a transação. No entanto, o cartão utilizará o saldo de criptomoedas do usuário para realizar esse pagamento, após a conversão em dinheiro.

Pode parecer complicado, mas na prática o funcionamento é bem simples e automatizado. Imagine que você tem uma carteira de criptomoedas com o equivalente a R$ 500 em bitcoins e pretende utilizar o cartão cripto pré-pago, que é o correspondente ao cartão de débito.

Se você realizar um pagamento de R$ 100 com o cartão, por exemplo, o provedor realizará a venda de criptomoedas da sua carteira referente a esse valor. Então os reais arrecadados serão utilizados como pagamento para a loja na qual você passou o cartão.

Todo esse procedimento ocorre em segundos, pois as empresas provedoras do cartão de cripto possuem sistemas integrados para realizar a venda dos ativos digitais e transferência de valores. Portanto, na prática, o vendedor recebe os valores como se fosse um cartão comum.


Também é possível utilizar o cartão cripto para fazer saques em caixas eletrônicos. No entanto, é preciso que o provedor ofereça esse serviço e que a máquina utilizada possua suporte ao cartão.

Quais são as diferenças entre um cartão cripto e um cartão tradicional?

Depois de conhecer como funciona o cartão cripto, você deve estar interessado em suas diferenças para os cartões tradicionais, não é mesmo? Existem distinções importantes entre eles, então é preciso ficar atento.

No caso dos cartões cripto pré-pagos, é preciso carregá-los com as criptomoedas em sua conta digital previamente. Dessa maneira, você terá saldo para ser utilizado nos pagamentos a partir da conversão entre moedas.

Em contrapartida, um cartão de débito tradicional utiliza os valores depositados em sua conta na instituição financeira vinculada. Dessa forma, o débito ocorre automaticamente, sem ter a necessidade de fazer a conversão.

Já em relação ao cartão de crédito, o modelo tradicional funciona como um pagamento posterior. Você utiliza o cartão e efetua o pagamento, que será cobrado na fatura na data combinada — geralmente de forma mensal em um dia determinado.

O cartão de crédito cripto é semelhante. Ele funciona como um cartão de crédito comum, em que a fatura deve ser paga com moedas fiduciárias (como o real). A diferença é que esse cartão oferece serviços, prêmios e cashback em criptomoedas.

O que é Binance Visa Card?

Agora que você já conheceu os cartões cripto e viu como eles funcionam e quais são suas diferenças para os cartões tradicionais, é possível conhecer o Binance Visa Card. Ele é um cartão cripto vinculado à exchange chamada Binance.

As exchanges são instituições financeiras especializadas na negociação de criptoativos, utilizando uma plataforma independente. Assim, elas servem como uma intermediária entre os usuários que desejam fazer trocas e transações com as moedas digitais.

Nesse contexto, o Binance Visa Card é o cartão cripto de débito da bandeira Visa dessa instituição. Ele deve ser solicitado junto à empresa e, para utilizá-lo, o usuário precisa carregar a sua carteira de fundos com as criptomoedas que possui em conta na Binance.

Depois, é possível fazer compras usando o cartão, da mesma forma que o meio de pagamento tradicional, em estabelecimentos que aceitam Visa. No entanto, ele só está disponível em alguns países da Europa — não tendo suporte no Brasil.

Quais são os benefícios e os riscos dos cartões de cripto?

Ao entender mais sobre os cartões de criptomoedas, você também precisa saber quais são os benefícios e os riscos dessas alternativas. Afinal, a sua utilização difere dos cartões comuns e pode trazer reflexos financeiros importantes para os usuários.

O primeiro benefício é a possibilidade de utilizar as criptomoedas como pagamento em qualquer estabelecimento. Como você viu, desde que o comércio aceite aquela bandeira, o cartão cripto funcionará como um cartão normal.

Assim, os investidores e traders podem dar destinações diferentes às suas criptomoedas, que não seja somente o aporte ou a especulação. Ademais, o procedimento é feito de maneira automática e em apenas alguns segundos.

No entanto, existem riscos importantes envolvidos. O primeiro trata de uma característica do mercado de criptomoedas: a alta oscilação de preços desses ativos. Assim, imagine que você abasteceu o fundo pré-pago do cartão com o equivalente a R$ 500 em bitcoins.

Como a cotação muda a todo momento e em larga escala, é possível haver um movimento de queda. No dia seguinte, por exemplo, o mesmo montante pode valer apenas R$ 300. Portanto, o usuário está exposto a essas oscilações ao utilizar o cartão.


Outro risco considerável é a falta de regulamentação das criptomoedas. Ainda não há regras e normas do mercado financeiro sobre o assunto no Brasil e em diversos outros países. Assim, a chance de cair em golpes é maior.

É possível se expor ao mercado de criptomoeda com mais segurança?

Como você viu, o mercado de criptomoedas e o cartão cripto traz diversos riscos. Logo, muitos investidores buscam uma maneira mais segura para se expor às oscilações desses ativos, principalmente com regulamentação de órgãos oficiais.

No Brasil, é possível se expor às criptomoedas por meio de alternativas disponíveis em bancos de investimento e na bolsa de valores. As principais opções são os exchange traded funds (ETFs) e os fundos de criptomoedas.

Conseguiu entender o que é o Binance Visa Card? Como você acompanhou, os cartões cripto podem servir como meio de pagamento. No entanto, eles também estão expostos aos riscos das criptomoedas e à falta de regulamentação de suas instituições.

Quer aprender a investir em criptomoedas com alternativas tradicionais? Fale com a Renova Invest!

 

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.