No dia 08 de fevereiro de 2021, foi apresentado o resultado BB Seguridade (BBSE3) para o 4T20 e as equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual já realizaram a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

BB Seguridade obtém resultados abaixo da expectativas

De acordo com os relatório do BTG Pactual e da Eleven, o desempenho do BB Seguridade (BBSE3) foi abaixo do esperado devido ao impacto negativo da BrasilPrev e, apesar das dificuldades enfrentadas no último ano, apresentou boa resiliência.

Os destaques do período foram o impacto negativo da BrasilPrev e a boa resiliência em ano de crise.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações BBSE3 estavam sendo negociadas a R$ 28,50. A capitalização de mercado era de R$ 56,94 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 136,84 milhões.

Resultado BB Seguridade (BBSE3) para o 4T20

Resultado fraco devido ao impacto negativo da BrasilPrev

Segundo a Eleven, o descasamento entre os indicadores de inflação levou a BrasilPrev a um resultado financeiro negativo, da ordem de R$ 298 milhões, que, associado à redução da Selic, impactou a evolução do resultado da BB Seguridade.

A BrasilPrev reportou um prejuízo motivado pelo diferencial de inflação entre IGP-M e IPCA na correção dos planos de benefício definido. Após reportar ganhos financeiros anormalmente fortes em 2019, de R$ 653 milhões, houve perdas financeiras de R$ 279 milhões em 2020, de acordo com o BTG Pactual.

Além disso, houve queda das receitas de corretagem e do resultado financeiro da BB Corretora, devido principalmente a um bônus de performance inferior da BrasilSeg e à mudança na estratégia da BrasilCap.

O resultado financeiro consolidado no 4T20 foi um prejuízo de R$ 109 milhões, em contraste com os resultados positivos de R$ 99 milhões e R$ 234 milhões, respectivamente, nas comparações de base trimestral e anual.

Entretanto, resultado da BrasilSeg supera expectativas

Segundo o BTG Pactual, a subsidiária BrasilSeg obteve um resultado financeiro de R$ 58 milhões, alta de +48% e queda -10%, respectivamente, nas comparações de base trimestral e anual.

Houve um crescimento dos prêmios brutos, de +21% na comparação anual, principalmente devido ao bom desempenho nos segmentos rural, prestamista e vida. Além disso, a sinistralidade caiu para 32,7%, resultado abaixo das expectativas.

Portanto, houve uma compensação parcial dos efeitos negativos das retrações da capitalização e do bônus de performance, segundo o relatório do BB Seguridade.

Projeções indicam que 2021 será positivo

De acordo com a Eleven, as projeções divulgadas indicam um ano positivo para o BB Seguridade.

Apesar da redução do pagamento de dividendos no 2S20, principalmente devido ao resultado da BrasilPrev, o dividend yield (DY) do BB Seguridade ainda é atrativo. Estima-se que o pagamento retorne a níveis de 80% no ano e um DY de 5,9% em 2021.

Além disso, indicam uma expansão operacional média de 10% no ponto médio, a depender do resultado financeiro. A companhia tem condições de entregar um resultado melhor, dada a expectativa de alta da taxa básica de juros. Além disso, o gap entre os índices IGP-M e IPCA deve ser significativamente menor em 2021.

Segundo o BTG Pactual, o guidance para 2021 divulgado pela empresa indica resultados operacionais sem considerar juros (ex-holding) de R$ 6,2 bilhões em seu ponto médio, alta entre +8% e +13% na comparação de base anual.

Apesar das dificuldades, resultado operacional cresce no 4T20

De acordo com a Eleven, apesar da queda do resultado financeiro, o BB Seguridade destacou-se pelo bom resultado operacional, que cresceu +7% em relação ao 4T19 e +7,5% na comparação do acumulado do ano, provando sua resiliência ante um ano de crise.

Resultado BB Seguridade (BBSE3) para o 4T20

LAIR tem queda nas comparações trimestral e anual

Conforme o relatório do BTG Pactual, o lucro antes dos impostos no 4T20 foi de R$ 1,19 bilhão, o que indica uma queda de -13,5% e -18,4%, respectivamente, nas comparações de base trimestral e anual.

Lucro Líquido tem queda de -21%

Segundo o BTG Pactual, o lucro veio abaixo das estimativas principalmente devido à alta da inflação do IGP-M, que impactou negativamente o resultado financeiro da BrasilPrev.

Em 2020, a BrasilPrev entregou lucro líquido de R$ 912 milhões (ROE de 24%), ou queda de -36% na comparação de base anual. Por sua vez, a BrasilSeg entregou lucro líquido de R$ 1,46 bilhões (ROE de 69%), ou +1% na comparação de base anual.

O lucro líquido do BB Seguridade no 4T20 foi de R$ 917 milhões (ROE de 58%). Esse resultado representa uma queda de -16,3% e -21,3%, respectivamente, na comparação de base trimestral e anual.

Resultado BB Seguridade (BBSE3) para o 4T20

Resultado BB Seguridade (BBSE3) para o 4T20: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual considera que a BB Seguridade (BBSE3) mostrou boa resiliência durante a crise, o que destaca o caráter defensivo da ação. Por outro lado, a equipe pontua que há desafios de médio e longo prazo para a empresa, como sua grande dependência do Banco do Brasil.

Assim, mantém uma classificação neutra, com preço-alvo em R$ 32,00.

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven mantém uma visão positiva para a ação do BB Seguridade (BBSE3) por sua característica defensiva.

Assim, estabelece recomendação de compra com preço-alvo em R$ 37,00.

Esta foi nossa apresentação da análise das equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual sobre o resultado BB Seguridade (BBSE3) para o 4T20. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.