No dia 06 de maio, foi apresentado o resultado Ambev (ABEV3) 1T21 e as equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual já realizaram a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Ambev surpreende o mercado no 1T21

De acordo com o relatório do BTG Pactual, o desempenho do Ambev (ABEV3) foi positivo. A empresa apresentou números que não eram esperados pelo mercado, classificados como “quase perfeitos”.

Enquanto isso, de acordo com o relatório da Eleven, o desempenho também foi considerado positivo. Dando continuidade às estratégias do trimestre anterior, a Ambev apresentou números acima do esperado pelos analistas.

O destaque do período foi o volume da divisão de cervejas no Brasil.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações ABEV3 estavam sendo negociadas a R$ 14,90. A capitalização de mercado era de R$ 233,85 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 401,47 milhões.

Resultado Ambev (ABEV3) 1T21

Zé Delivery cresce exponencialmente

A plataforma Zé Delivery é um aplicativo de entregas de bebidas da marca.

No Brasil, a plataforma cresce exponencialmente e, só no primeiro trimestre de 2021, totalizou 14 milhões de pedidos. O relatório do BTG destaca que o Zé Delivery corresponde a 8% do total das vendas no Brasil.

Em 2020, o Zé Delivery consolidou-se como o serviço delivery de confiança para o consumo de bebidas em casa e, em 2021, o plano é concentrar os esforços na expansão da plataforma.

América Central e Caribe em gradual recuperação

Segundo o relatório da Eleven Financial Research, as divisões da América Central e Caribe tiveram um melhor desempenho em decorrência da redução das medidas de restrição impostas pelo Covid-19.

De acordo com os analistas da Eleven, ao longo do trimestre, o volume voltou a se recuperar e apresentou crescimento de +10,4% em relação ao mesmo período de 2020.

Assim, também foi possível verificar um robusto crescimento de +51,6% na receita da divisão.


América do Sul apresenta volumes em sólido crescimento

De acordo com o relatório da Eleven Financial Research, a divisão da América do Sul apresentou números que refletem a gradual retomada da circulação e economia.

Segundo os analistas da Eleven, o volume de vendas apresentou sólido crescimento de +12,5% em relação ao 1T20.

A melhora foi alavancada pela parceria de distribuição com a Coca-Cola no Chile,  boas performances na venda de embalagens de vidro retornável no Paraguai e de marcas premium na Argentina.

No entanto, conforme informa o relatório da Eleven, os resultados de Bolívia e Uruguai seguem sendo fortemente impactados pelas medidas de restrições impostas no 1T21.

Volume de cervejas no Brasil é o destaque do trimestre

Segundo o relatório do BTG Pactual, o volume da divisão de cervejas da companhia no Brasil veio com alta de +16% em relação ao mesmo período de 2020.

O resultado, apesar de em linha com as projeções, está à frente da indústria e reflete os ganhos de participação de mercado do ano passado.


De acordo com o relatório do BTG, outro aspecto positivo do segmento de cervejas no Brasil é a alta consecutiva nos preços médios. No 1T21, os preços cresceram +13% em relação ao mesmo período de 2020.

Resultado Ambev (ABEV3) 1T21

EBITDA acima das estimativas

Conforme informa o BTG Pactual, o EBITDA da Ambev ficou em R$ 5,3 milhões. O número revela alta de +25,9% em relação ao mesmo período de 2020 e está +7,9% acima das estimativas.

Lucro Líquido chega a mais que o dobro

Conforme o relatório do BTG Pactual, o lucro líquido da Ambev no primeiro trimestre foi de R$ 2,69 milhões. Esse resultado representa alta de +141,7% em relação ao mesmo período de 2020 e está +19,4% acima do esperado pelos analistas.

Resultado Ambev (ABEV3) 1T21

Resultado Ambev (ABEV3) 1T21

Resultado Ambev (ABEV3) 1T21: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual considera que a Ambev (ABEV3) tem apresentado resultados mais sólidos devido aos esforços de vendas e marketing. A equipe está atenta se o poder de precificação da empresa, sua principal fonte de valor, permanecerá forte após a pandemia.

Assim, estabelece recomendação neutra, com preço-alvo em R$ 15,00.

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven considera que a Ambev (ABEV3) mostrou sua capacidade em se adaptar às novas tendências de consumo e focar mais no gosto do cliente, o que tem contribuído para ganhos de market share e crescimento de volume pela companhia.

No entanto, segundo os analistas da Eleven, o câmbio desvalorizado e as incertezas quanto à dinâmica do consumo no pós-pandemia podem afetar os resultados da empresa.

Assim, estabelece recomendação neutra, com preço-alvo em R$ 16,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise das equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual sobre o resultado Ambev (ABEV3) 1T21. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.