No dia 25 de fevereiro de 2021, foi apresentado o resultado Localiza (RENT3) para o 4T20 e as equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual já realizaram a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Resultado líquido bate recorde no 4T20

De acordo com o relatório do BTG Pactual, o desempenho do Localiza (RENT3) foi na linha com as estimativas da equipe, com margem EBITDA sólida e lucro líquido recorde.

Enquanto isso, de acordo com o relatório da Eleven, o desempenho foi mais fraco entre as outras locadoras, que superaram suas estimativas no período.

O destaque do período foi lucro líquido recorde.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações RENT3 estavam sendo negociadas a R$ 59,90. A capitalização de mercado era de R$ 44,99 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 353,18 milhões.

Resultado Localiza (RENT3) para o 4T20

Apesar da surpresa positiva, resultado é fraco

De acordo com o BTG Pactual, a Localiza apresentou uma margem EBITDA sólida e um lucro líquido recorde no 4T20

Entretanto, cabe ressaltar que a tendência positiva foi apresentada pelas outras companhias do setor, que já divulgaram seus números e que, portanto, não deve ser novidade para os investidores.

Ressalta-se que a Localiza teve o resultado mais fraco entre as locadoras no 4T20, segundo a Eleven. A companhia encerrou a temporada de resultados do período das locadoras de veículos sem a surpresa positiva reportada por Movida e Unidas.

Apesar da margem mais alta em Seminovos, houve um aumento dos gastos no segmento de gestão e terceirização de frotas (GTF), assim como em aluguel de carros (RAC).

A receita líquida foi de R$ 2,9 bilhões (-2% na comparação de base anual).

Receita RAC cresce no trimestre

Conforme o relatório da Eleven, a receita em RAC (58% do EBITDA em 2020) cresceu +12,1% no 4T20 (em relação ao mesmo período de 2019) com evolução importante em todos os indicadores.

A frota média alugada atingiu mais de 150 mil veículos, a diária média já superou o patamar pré-crise e a taxa de utilização aumentou no período. Por sua vez, na comparação de base anual, houve um crescimento dos volumes (+2%), de acordo com o BTG Pactual.

Além disso, houve crescimento da tarifa média (+10%), impulsionada por altas taxas de utilização de +84% (contra 76% no 3T20 e 79% em 2019), que se beneficiou da alta temporada, permitindo que a companhia priorizasse tarifas mais altas.

Entretanto, a Localiza foi a única empresa do setor a reportar uma queda relevante de margem EBITDA no RAC (de 5,3 p.p. para 41,2% no 4T20).

Essa queda está associada: i) à estruturação dos salários dos funcionários; ii) ao aumento da provisão para devedores duvidosos (PDD), devido à pandemia; iii) ao complemento da provisão para participação nos lucros, em função do resultado do exercício; e iv) aumento nas provisões fiscais e custos associados à retirada da marca Hertz das agências.

Apesar de afetar negativamente o trimestre, esses efeitos não devem ter efeito permanente sobre os resultados da companhia, segundo a Eleven.

Margem EBITDA de Seminovos aumenta

No segmento de Seminovos (11% do EBITDA), as vendas aumentaram +11% (na comparação de base anual), segundo a Eleven.

O aumento no preço dos veículos usados, em virtude dos reajustes nos carros zero quilômetro, impulsionou a margem EBITDA (em 7,8 p.p.), que, por sua vez, atingiu 10,1% no 4T20. Na comparação de base anual, o preço médio de venda aumentou (+16%) para R$ 50 mil por carro no trimestre.

Entretanto, o número de carros vendidos diminuiu, totalizando 31,8 mil carros (-23%), em virtude da postergação da desativação da frota de RAC para atendimento durante o verão, devido à menor disponibilidade de carros novos.

Nota-se que com os preços mais elevados dos veículos e o aumento da idade média dos carros, a Localiza, que já tinha reduzido a depreciação por carro no 3T20 em mais de 50%, cortou novamente quase no mesmo patamar no último trimestre.

Com isso, a depreciação média anualizada ficou em R$ 612 por veículo, o que representa um 1/3 do valor de 2019.

Aumento dos custos em GTF

No que se refere ao segmento de GTF (31% do EBITDA em 2020), teve um resultado positivo no último trimestre.

Na comparação de base anual, houve um aumento da receita (+7,7%) no 4T20, em virtude da combinação da maior frota (+5,1%) e do aumento da diária média (+2,3%) no segmento, segundo a Eleven.

A Localiza foi a última das grandes locadoras a lançar o produto de aluguel de carro zero quilômetro por assinatura. A Localiza Meoo foi lançada em setembro do ano passado e, por essa razão, ainda não deve ter impactado de maneira relevante os resultados no 4T20.

Além disso, houve uma queda da depreciação em GTF, para R$ 1.907 por carro no ano (contra R$ 2.312 no 3T20).

Entretanto, o custo com a gestão das frotas teve aumento (+20%) no período, acima do crescimento de receita. Por esta razão, a margem EBITDA ficou em 64,5% (queda de -2,6 p.p.) no segmento.

Redução de frotas em 2020

Conforme o relatório da Eleven, a Localiza reduziu sua frota de veículos em 2020 e teve uma redução do nível de endividamento no 4T20.

O endividamento líquido da companhia teve uma queda de -7% (na comparação de base anual). Como resultado, sua alavancagem caiu para 2,5x dívida líquida/EBITDA (menor patamar desde 2017).

Por sua vez, o spread do ROIC com o custo da dívida após imposto de renda subiu em 2020 (para 7,4 p.p.) em virtude da queda dos custos com captação e da Selic, que mais do que compensaram a redução do ROIC (de 11,6% para 10,2%).

Fusão com Unidas e novo CEO em 2021

De acordo com o BTG Pactual, os resultados positivos mostram uma dinâmica do setor mais forte do que o esperado, impulsionada pela aceleração na mudança de comportamento do consumidor devido à pandemia

Entretanto, a fusão com a Unidas é o principal gatilho de curto prazo. O negócio está em análise pelo CADE, o que pode levar até 240 dias, prorrogado por mais 90 dias (a partir de 8 de fevereiro).

Além disso, a Localiza atualizou o processo de atualização do processo de sucessão da administração. O Sr. Eugênio Mattar, atual CEO, atuará exclusivamente como presidente executivo do conselho de administração a partir de abril deste ano. O cargo será assumido pelo Sr. Bruno Lasansky.

Lasansky trabalha na companhia há sete anos. Já atuou como consultor, liderando iniciativas relevantes em estratégia, excelência operacional e inovação. Além disso, foi diretor executivo da divisão RAC até 2019, quando assumiu seu atual cargo de COO.

Resultado Localiza (RENT3) para o 4T20

EBITDA tem alta de +20%

Conforme informa o BTG Pactual, o EBITDA da Localiza ficou em R$ 753 milhões. O número revela alta de +20% na comparação de base anual.

Lucro Líquido recorde no trimestre

Conforme o relatório do BTG Pactual, o lucro líquido da Localiza no 4T20 foi de R$ 402 milhões. Esse resultado representa alta de +76% na comparação de base anual, um recorde se comparar com as estimativas da equipe.

Resultado Localiza (RENT3) para o 4T20

Resultado Localiza (RENT3) para o 4T20: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual considera que a Localiza (RENT3) teve um resultado positivo, refletindo uma dinâmica do setor mais forte do que o esperado. Apesar disso, a fusão com a Unidas é o principal catalisador no curto prazo.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 70,00.

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven considera que a Localiza (RENT3) teve um desempenho positivo, mas foi inferior ao divulgado pela Movida e Unidas. Além disso, os possíveis impactos da fusão com a Unidas e as sinergias de transação já estão incluídas na avaliação da equipe, inclusive o risco de possíveis restrições do CADE.

Assim, estabelece recomendação de neutra, com preço-alvo em R$ 73,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise das equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual sobre o resultado da Localiza (RENT3) para o 4T20. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.