No dia 16 de março, foi apresentado o resultado d1000 Varejo Farma (DMVF3) para o 4T20 e a equipe de Equity Research da Eleven Financial Research já realizou a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

d1000 ainda sente os impactos da pandemia

De acordo com o relatório da Eleven Financial Research, o desempenho do d1000 Varejo Farma (DMVF3) foi fraco, como já era esperado pelos analistas. A rede de farmácias, que tem a maioria de suas lojas em shoppings, ainda sente fortemente os impactos da pandemia do coronavírus.

Os destaques do período foram vendas omnichannel e involução da receita bruta.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações DMVF3 estavam sendo negociadas a R$ 10,36. A capitalização de mercado era de R$ 505 milhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 2 milhões.

Resultado d1000 Varejo Farma (DMVF3) para o 4T20

E-commerce coloca empresa na rota do crescimento

Diante da mudança de comportamento e formas de consumir impostas pela pandemia, a empresa passou a investir no omnichannel para atenuar a queda das vendas em lojas físicas. No 2T20, as vendas online alcançaram o recorde de vendas, totalizando R$ 26,4 milhões.

Conforme as lojas voltaram a abrir, o peso das vendas online/receita bruta caíram. No 4T20, essa relação foi de 7,1% representando R$ 19,1 milhões. No entanto, é verificado um avanço desde o começo do ano, quando as vendas omnichannel representavam apenas 4,2% das receitas. Dessa forma, desde o 3T20 a empresa tem investido no e-commerce, através de aplicativos.

Receita bruta apresenta involução, mas não preocupa

Segundo relatório da Eleven Financial Research, a receita bruta da companhia foi de R$ 278,5 milhões, que da de -7,5% em relação ao mesmo período de 2019. No acumulado do ano de 2020, a receita bruta totalizou R$ 1,07 bilhões, queda de -10,8% em relação ao 4T19.

De acordo com os analistas da Eleven, a receita segue impactada pelo menor fluxo de clientes.Cerca de 17% de seu portfólio concentra-se em shoppings dos estados do DF e RJ, estados menos beneficiados pelo auxílio emergencial em proporção ao PIB. Essa situação  reflete, diretamente, em vendas menores do que a média do mercado brasilero.

Os analistas da Eleven ainda ressaltam que, apesar da redução na receita, os produtos tiveram aumento no ticket médio, este cresceu +22% em relação ao 4T19. Além disso, o formato de lojas populares, com maior eficiência operacional, e melhor estratégia de precificação devem ajudar a empresa a superar o 1T21 ainda afetado pela pandemia.

d100 em expansão

Segundo o relatório da Eleven, apesar da empresa apresentar resultados em queda, os analistas acreditam que a companhia está na rota certa e as melhorias operacionais são a comprovação disso. Entre elas, inclui-se a abertura de sete lojas em 2020, o que é  visto como positivo pelos analistas da Eleven.

A companhia encerrou 2020 com 197 lojas, uma a mais do que em 2019. Entre o 1T20 e 2T20, três lojas deficitárias foram fechadas. Já no 3T20 e 4T20, doze lojas foram inauguradas, aumentando a presença em regiões populares onde a empresa encontra boas oportunidades de negócio.

O relatório da Eleven também destaca as vendas de produtos da marca própria. Estas já representam 8,5% das vendas, alta de +2,7 pontos percentuais em relação ao 4T20. Além disso, a empresa conta com 278 SKUs (unidades de manutenção de estoque), dos quais 35 foram lançados esse ano e são voltados para produtos massivos.

Resultado d1000 Varejo Farma (DMVF3) para o 4T20

EBITDA reflete as boas estratégias adotadas pela empresa

Conforme informa a Eleven Financial Research, o EBITDA da d1000 Varejo Farma ficou em R$ 16,5 milhões. O número revela queda de -19,1% em relação ao mesmo período de 2019 e ficou +1,2% acima do projetado pelos analistas.

Os analistas da Eleven destacam que apesar do ano desafiador e queda nas vendas, a rede de farmácia conseguiu manter o resultado positivo pelo segundo trimestre consecutivo. Esse resultado sinaliza a boa condução das estratégias desde o IPO, em agosto de 2020.

Lucro Líquido apresenta alta de quase +80%

Conforme o relatório da Eleven Financial Research, o lucro líquido da d1000 Varejo Farma no quarto trimestre foi de R$ 18 milhões. Esse resultado representa alta de +78,9% em relação ao mesmo período de 2019.

Resultado d1000 Varejo Farma (DMVF3) para o 4T20

Resultado d1000 Varejo Farma (DMVF3) para o 4T20: Recomendações

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven considera que a d1000 Varejo Farma (DMVF3) deve ser prejudicada pelo fechamento do shopping no DF (seu segundo maior mercado) no mês de março. No entanto, apesar da piora no curto prazo, os analistas enxergam que a companhia está na rota certa para o crescimento.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 24,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise da equipe de Equity Research da Eleven Financial Research sobre o resultado d1000 Varejo Farma (DMVF3) para o 4T20. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.