No dia 13 de agosto, foi apresentado o resultado Magazine Luiza (MGLU3) 2T21 e a equipe de Equity Research do BTG Pactual já realizou a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Magazine Luiza apresenta forte desempenho

De acordo com o relatório do BTG Pactual, a Magazine Luiza (MGLU3) reportou outro forte conjunto de resultados no segundo trimestre.

O destaque do período foi o desempenho do ecossistema multicanal.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações MGLU3 estavam sendo negociadas a R$ 21,00. A capitalização de mercado era de R$ 138,87 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 807,54 milhões.

Stock Performance MGLU3

Forte ecossistema multicanal

Conforme informa o relatório do BTG Pactual, a Magazine Luiza reportou forte desempenho operacional no 2T21 em virtude de seu forte ecossistema multicanal.

Apesar da desaceleração em comparação aos trimestres anteriores, o e-commerce continua crescendo bem acima do mercado. Enquanto isso, a operação de varejo físico apresentou forte recuperação em virtude das menores restrições de horário.

O SSS cresceu +102% em relação ao 2T20. O resultado superou as estimativas da equipe, de +93%. A sigla SSS se refere às vendas nas mesmas lojas.

Em relação ao GMV do e-commerce, cresceu +46%. O número é impressionante se comparado ao crescimento de +17% para o mercado geral, de acordo com o eBit. A sigla GMV se refere ao volume bruto de mercadorias.

As vendas totais totalizaram R$ 13,7 bilhões no período. Esse resultado representa um crescimento de +60% na comparação de base anual.

Luizacred apresenta melhoria contínua

Além do grande crescimento do e-commerce, a Luizacred continuou em evolução no segundo trimestre.

O portfólio da Luizacred cresceu +19% na comparação anual, segundo o BTG Pactual. No 2T21, atingiu mais de 6 milhões de cartões. Enquanto o faturamento das lojas cresceu +52%, o uso do cartão nas lojas Magalu aumentou +123% no período.

Investir em empresas estrangeiras não precisa ser difícil!

Baixe nosso e-book e saiba como ser sócio das gigantes internacionais: Amazon, Google, Apple, Facebook, entre outras!




Em relação à TPV, totalizou R$ 9,6 bilhões. O número representa um crescimento de +63%. A sigla TPV se refere ao volume total de pagamentos.

Apesar do fim do Coronavoucher, a empresa registrou provisões menores e uma maior taxa de recuperação no período. Assim, sua receita líquida aumentou +1,2% no período.

O lucro líquido da Luizacred totalizou R$ 48 milhões no 2T21 contra R$ 25 milhões no mesmo período do ano passado.

Perspectivas para a Magalu

Para a equipe do BTG Pactual, os resultados apresentados pela Magazine Luiza no segundo trimestre mostraram mais uma vez o poder de seu ecossistema multicanal.

A iniciativa segue cada vez mais focada em um amplo portfólio tanto em produtos como serviços. Isso é decisivo para a companhia aumentar sua aderência e engajamento nos próximos anos.

Apesar da recente desaceleração do e-commerce no país, que pressionou as ações da Magalu, a equipe mantém uma visão otimista. Espera-se que a Magazine Luiza continue superando o mercado online e offline adiante.

Revisão de resultados Magazine Luiza (MGLU3) 2T21

Forte crescimento do EBITDA

Conforme informa o BTG Pactual, o EBITDA da Magazine Luiza ficou em R$ 464 milhões. O número revela alta de +222% em relação ao 2T20.

A menor participação do e-commerce nas vendas totais e o maior crescimento na divisão marketplace levou à expansão da margem em +260 bps. Cabe destacar que o e-commerce representou 72% das vendas contra 78% no 2T20.

Reversão do Prejuízo Líquido

Conforme o relatório do BTG Pactual, o lucro líquido da Magazine Luiza foi de R$ 96 milhões. Esse resultado representa reversão do prejuízo líquido de R$ 65 milhões reportado no mesmo período do ano passado.

O resultado líquido superou as estimativas da equipe em +13%.

Valuation - Resumo financeiro - Magazine Luiza

Resultado Magazine Luiza (MGLU3) 2T21: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual reforça que a Magazine Luiza (MGLU3) é uma das suas principais escolhas.

Sua tese estrutural positiva é sustentada por dois pilares. Primeiro, o e-commerce deve continuar crescendo nos próximos anos, com penetração crescente sobre as vendas totais do varejo. Segundo, há uma tendência de consolidação à frente, com poucos vencedores.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 26,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise da equipe de Equity Research do BTG Pactual sobre o resultado Magazine Luiza (MGLU3) 2T21. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.