No dia 26 de julho, foi apresentado o resultado Hypera Pharma (HYPE3) 2T21 e as equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual já realizaram a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Hypera Pharma(HYPE3) apresenta trimestre sólido

De acordo com o relatório do BTG Pactual, a Hypera Pharma (HYPE3) apresentou um conjunto de resultados sólidos e em linha com as estimativas da equipe.

Enquanto isso, de acordo com o relatório da Eleven, a companhia apresentou um resultado bom apesar da redução das principais margens no período.

O destaque do período foram os impactos positivos das novas aquisições.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações HYPE3 estavam sendo negociadas a R$ 36,30. A capitalização de mercado era de R$ 22,92 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 112,45 milhões.

HYPE3 Stock Performance

Crescimento inorgânico e orgânico impulsiona resultados

De acordo com o relatório da Eleven, a Hypera Pharma apresentou um bom desempenho  em virtude de um crescimento tanto orgânico quanto inorgânico no 2T21.

A consolidação das marcas adquiridas da Takeda e do Buscopan contribuíram para o bom desempenho do trimestre. Cabe destacar que essas aquisições foram concluídas no 3T20 e 1T21, respectivamente.

Excluindo as marcas adquiridas, a Hypera cresceu organicamente +10% da receita líquida em comparação com o 2T20. Esse resultado indica que a companhia segue seu ritmo de crescimento via orgânica também.

Hypera anuncia duas novas aquisições

Conforme informa a Eleven, a Hypera Pharma anunciou duas novas aquisições recentemente.

Em julho de 2021, a companhia anunciou a aquisição da Bioage. A marca é líder no mercado de estética brasileiro, sendo responsável por desenvolver e comercializar a maior e mais completa linha de dermocosméticos do país.

Ainda em julho, foi anunciada a aquisição de 12 marcas do portfólio da Sanofi. Entre elas, estão o analgésico AAS, o fitoterápico Naturetti e o antisséptico Cepacol. Na divisão de medicamentos de prescrição, estão o Buclina e Hidantal.

Investir em empresas estrangeiras não precisa ser difícil!

Baixe nosso e-book e saiba como ser sócio das gigantes internacionais: Amazon, Google, Apple, Facebook, entre outras!




Receita líquida cresce no trimestre

De acordo com o BTG Pactual, a Hypera Pharma apresentou um conjunto de resultados resilientes no 2T21.

Os resultados foram impulsionados por um forte crescimento em genéricos, medicamentos crônicos e vitaminas. A companhia também se beneficiou da integração dos portfólios Takeda e Buscopan.

Como resultado, a receita líquida da Hypera totalizou R$ 1,50 bilhão no trimestre. Isso representa alta de +43,5% na comparação anual.

Margem bruta deve continuar pressionada

Segundo o BTG Pactual, houve queda da margem bruta da Hypera Pharma por diversas razões no 2T21 e deve continuar pressionada no longo prazo.

A margem bruta da companhia atingiu 65,5% no período. Em relação ao 2T20, a margem teve queda de -20 bps devido às pressões de custos de um real mais fraco. Por outro lado, o resultado foi parcialmente compensado pelo aumento de preços de medicamentos e pela contribuição positiva das carteiras Takeda e Buscopan.

No que se refere à margem bruta de longo prazo, deve ser estruturalmente inferior à média histórica da Hypera. Isso é reflexo do efeito mix da maior participação de genéricos e vendas OTC, isto é, medicamentos vendidos sem receita médica, bem como das recentes aquisições feitas pela companhia.

Resultados e estimativas HYPE3

EBITDA supera estimativas no trimestre

Conforme informa a Eleven, o EBITDA da Hypera Pharma ficou em R$ 591,9 milhões. O número revela alta de +31,8% em relação ao 2T20. O resultado superou as expectativas da equipe e do consenso da Thomson Reuters em +10,2% e +11,7%, respectivamente.

Por outro lado, a margem EBITDA foi pressionada em -3,5 p.p. no período. Esse resultado está associado ao impacto negativo do dólar ante a desvalorização do real.

A margem também foi pressionada pelo aumento das despesas com marketing na comparação anual. Cabe destacar que houve uma redução dos gastos por conta da pandemia em 2020. Além disso, o resultado do 2T20 foi beneficiado pelo recebimento de R$ 110,6 milhões referente à operação “Tira-Teima”.

Lucro Líquido abaixo das estimativas

Conforme o relatório da Eleven, o lucro líquido da Hypera Pharma foi de R$ 470,6 milhões. Esse resultado representa alta de +18,7% em relação ao 2T20. Porém, ficou abaixo das estimativas da equipe em -3,1%.

Por sua vez, a Hypera declarou JCP de R$ 194,8 milhões no trimestre, ou equivalente a R$ 0,31 por ação ou dividend yield de 0,9%.

 resultados HYPE3 2T21

Resultado Hypera Pharma (HYPE3) 2T21: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual considera que a Hypera Pharma (HYPE3) é uma opção resiliente em meio a uma perspectiva volátil.

As recentes aquisições e o portfólio de medicamentos prescritos agregam valor ao modelo da equipe, o que sustenta sua postura positiva em relação à companhia. A Hypera é uma boa opção para investidores que buscam exposição a mais resiliência no setor de consumo e varejo no curto prazo.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 45,00.

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven ainda não incorporou as recentes aquisições da Hypera Pharma (HYPE3) às projeções. Mesmo assim, segue com as perspectivas positivas para a companhia.

Em virtude do ritmo de crescimento orgânico apresentado nos últimos trimestres e as capturas de sinergias das recentes aquisições, a equipe atualizou o preço-alvo para o final de 2022.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 49,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise das equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual sobre o resultado Hypera Pharma (HYPE3) 2T21. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.