Horário das 8:30-19:00
atendimento@renovainvest.com.br
11-3192-3882

Single Blog Title

This is a single blog caption

Como funcionam os fundos imobiliários de shopping centers?

//
Posted By
/
Comentário0
/
Categories,

Os fundos imobiliários de shopping centers são um dos tipos mais comuns dos FIIs (fundos de investimento imobiliário). Os FIIs, como o nome sugere, tem como principal objetivo investir no mercado de imóveis.

Caso você ainda não domine o assunto, vale a pena ressaltar que fundos são uma modalidade coletiva de investimentos, nos quais diversos investidores (cotistas) reúnem capital para que um gestor administre. Ao comprar cotas, estes cotistas adquirem o direito de participar dos resultados do portfólio do fundo.

Existem diversos tipos de FIIs. Os fundos de shoppings centers fazem parte do tipo de tijolos – uma vez que investem em imóveis físicos. Mas, você sabe como eles funcionam?

Continue a leitura e descubra mais sobre o que são, como funcionam e as principais características dos fundos imobiliários de shopping centers. Acompanhe!

O que são e como funcionam os FIIs de shopping centers?

Os FIIs desse tipo são aqueles cuja maior parte (ou a totalidade) dos investimentos que compõem o portfólio são alocados em shoppings centers. O principal objetivo é conquistar uma renda frequente aos cotistas, obtida com os aluguéis das lojas dos empreendimentos.

Assim, o capital dos cotistas do fundo imobiliário é utilizado para adquirir shopping centers ou comprar a participação em grandes empreendimentos comerciais. Os aluguéis, portanto, são a fonte de renda do fundo, que usa o dinheiro também para administrar os custos com o prédio.

A cada mês, é calculado o lucro líquido – seguido pela distribuição de rendimentos aos cotistas. Desse modo, o FII de shopping center oferece uma renda passiva mensal – e, consequentemente, uma previsibilidade de rendimentos aos investidores para os próximos meses.

Alguns fundos imobiliários também podem obter renda de outras formas. Por exemplo, vendendo um imóvel depois da valorização. Se o dinheiro não for utilizado para comprar ou construir novos shoppings, o lucro também pode ser dividido entre os cotistas.

Quais são as vantagens deste FII?

Depois de saber o que são e como funcionam os fundos imobiliários de shopping centers, você pode estar se perguntando quais são os benefícios de fazer o investimento. 

Confira as principais vantagens dos FIIs de shopping centers a seguir:

Renda passiva

Quem tem interesse em receber uma renda passiva frequente pode se sentir bastante atraído pelos fundos imobiliários de shopping. Como o foco deles é o aluguel, torna-se bastante viável ter lucros todos os meses para ser dividido entre os investidores.

É claro que há possibilidades de problemas ocorrerem, como a vacância das lojas ou algum gasto a mais na administração. Mas, de modo geral, há uma frequência na renda recebida. Afinal, o setor de shoppings é um dos principais pilares da economia das cidades brasileiras.

Outra vantagem está no fato de os rendimentos mensais serem isentos de Imposto de Renda. Ou seja, o lucro distribuído pelo FII aos cotistas não é taxado. Quem investe só precisa pagar imposto quando vende suas cotas.

Possibilidades de maiores ganhos

Mais uma característica dos FIIs de shopping que os tornam vantajosos para quem investe é a especificidade em relação à cobrança de aluguéis. Em muitos locais, existe um valor fixo de aluguel e uma complementação variável de acordo com as vendas das lojas.

Assim, o lucro mensal do fundo imobiliário pode ser maior quando os locatários obtêm resultados mais interessantes nas suas vendas. Por isso, em épocas de alta procura no varejo, como o Natal, os cotistas do fundo podem ter ganhos mais significativos.

Diversificação

Um cuidado muito importante ao investir em FIIs é a diversificação dos ativos. Afinal, depender apenas do aluguel de uma loja ou de poucas salas aumenta o risco de sofrer efeitos negativos da vacância ou de problemas com os inquilinos.

Nesse ponto, os fundos imobiliários de shopping centers se destacam, já que existe uma diversificação maior. Além de um mesmo shopping ser composto por várias lojas, os fundos geralmente investem em mais de um prédio (com localizações diferentes).

Assim, é viável equilibrar a vacância e se proteger contra as consequências negativas na renda dos cotistas. FIIs que investem em galpões ou outros empreendimentos, por outro lado, ficam mais expostos a problemas com os locatários.

Menor custo e burocracia

Quando comparamos o investimento direto em imóveis com os FIIs de shopping identificamos outra grande vantagem: a diminuição do custo e da burocracia.

Imagine o quanto seria necessário de capital para que você comprasse um shopping? E a burocracia para lidar com os contratos de aluguel, as demandas dos inquilinos e a manutenção do prédio?

Nada disso se aplica aos cotistas de um fundo imobiliário. Eles podem investir em imóveis de maneira acessível e prática.

Gestão profissional

Por fim, um benefício relevante dos FIIs de shopping centers é poder contar com a gestão de especialistas.

O gestor é quem decide quais são os ativos que comporão o portfólio do fundo. Então, ele utiliza seus conhecimentos na área para escolher os melhores imóveis.

Se você deseja investir e contar com um profissional para gerir seu portfólio, comprar cotas de um fundo de shopping é uma opção atrativa. Afinal, os gestores têm conhecimento e experiência para fazer as escolhas que mais beneficiem os investidores.

Quais são os riscos?

Falamos até aqui sobre as vantagens dos FIIs, mas é preciso lembrar que todo investimento tem riscos. No caso dos fundos imobiliários de shopping centers, alguns destes riscos são reduzidos – como é o caso da diminuição no risco de vacância na comparação com outros FIIs.

Contudo, um aspecto que precisa ser ponderado é o risco de mercado. As cotas dos FIIs são negociadas na bolsa de valores. Isso significa que o valor de negociação pode diminuir em períodos de crise econômica e queda nos preços.

Sobre isso, tenha em mente os seus objetivos. Se você investe em FIIs visando o longo prazo, não precisará se preocupar tanto com queda momentâneas nos preços. Ao contrário, em momentos de queda, pode até mesmo aproveitar para adquirir mais cotas.

Mais um risco relevante diz respeito também a eventuais crises econômicas. Problemas setoriais ou na economia nacional podem levar ao aumento da vacância nas lojas de shopping – diminuindo os ganhos do FII.

Contudo, a tendência é que os shoppings consigam se recuperar mais rapidamente após a crise – o que seria uma grande vantagem na comparação com outros FIIs, por exemplo.

Vale a pena investir em fundos imobiliários de shopping center?

Agora que você entendeu como os fundos imobiliários funcionam, qual sua opinião: vale a pena investir em fundos imobiliários de shopping centers?

A resposta a essa pergunta deve ser pessoal e particular de cada investidor. Para respondê-la, você deve avaliar seus objetivos e perfil de investidor. Em geral, FIIs costumam ser interessantes para investidores moderados e arrojados.

Além disso, o ideal é que eles façam parte da carteira para objetivos de médio e longo prazo, já que o valor das cotas pode sofrer oscilações no curto prazo. Avaliando com atenção, os FIIs podem sim ser uma alternativa muito válida para a sua carteira.

Atualmente é possível encontrar bons fundos imobiliários de shopping centers no mercado. E, em épocas de baixa na bolsa, investidores conseguem identificar oportunidades em FIIs deste tipo com preços ainda mais atrativos.

Por isso, se você tem interesse em investir nesta modalidade de investimento, vale a pena buscar pelas melhores oportunidades em FIIs de shopping center no mercado.

Se precisar de ajuda para escolher os melhores fundos imobiliários de shopping centers para investir, entre em contato conosco e descubra como a Renova Invest pode ajudá-lo a construir uma carteira sólida e personalizada de investimento.