Carteira recomendada de dividendos BTG - Junho 2020
Carteira recomendada de dividendos BTG - Junho 2020

Carteira recomendada de dividendos BTG – Junho 2020

Carteira recomendada de dividendos é a indicação de empresas que pagam uma remuneração acima do valor de mercado para seus acionistas. Ou seja, os analistas avaliam o valor da companhia a partir da distribuição de dividendos, com o objetivo de entregar ativos de alta qualidade e corporações monetariamente saudáveis aos investidores. O balanço é divulgado a cada três meses com o ranking dos cinco melhores papeis da bolsa, o que inclui os mais diversos setores.

Com perspectiva de retração no lucro de empresas brasileiras para o ano de 2020, o BTG Pactual excluiu da sua carteira recomendada de dividendos, corporações como a Vale e Petrobras do último relatório de dividendos do banco de investimentos, divulgado em maio. Segundo as análises, as contrações devem girar em torno de 24,6% no caso das empresas multinacionais. Para as domésticas, o percentual é de 11,8%.

Ainda assim o mês de abril deu um respiro à crise sanitária porque passa o mundo, com a pandemia da Covid-19, os analistas conseguiram vislumbrar um múltiplo preço/lucro do Ibovespa em 12 meses. Nesse sentido, a carteira recomendada pela BTG no mês de maio manteve o perfil diversificado com indicação de concessionárias de serviços públicos, bancos e empresas de telefonia.

Carteira Recomendada de Dividendos

1. Dados Gerais: Market Cap. Preço (R$) Performance (%)
Empresa Ticker Peso (%) Listagem (R$ mn) Último Abril Ano 12M
Banco do Brasil BBAS3 20 Novo Mercado 81.252 28,50 2 -4 -40
Taesa TAEE11 20 Nível 2 9.433 27,50 6 -2 12
Telefônica Brasil VIVT4 20 Tradicional 77.516 45,65 -8 -20 2
Engie Brasil EGIE3 20 Novo Mercado 31.919 39,12 1 -23 -9
AES Tiete TIET11 20 Nível 2 6.064 14,50 11 -10 42

 

2. Dados Estatísticos: ADTV (R$ mn) Volatilidade Sharpe Beta Correl. IBOV  Distribuição Setorial
Empresa Ticker 12M 12M 12M 60M 60M  

Banco do Brasil BBAS3 603,7 58,30% -0,6 1,6 0,9
Taesa TAEE11 53,7 25,00% 0,4 0,4 0,5
Telefônica Brasil VIVT4 104,4 31,40% 0,1 0,4 0,6
Engie Brasil EGIE3 69,9 33,50% -0,3 0,6 0,6
AES Tietê TIET11 22,9 45,90% 1,1 0,6 0,6

 

3. Dados Fundamentalistas: 31/12/2019 Dív. Líquida Dívida Líquida/EBITDA Dividend Yield (%)
Empresa Ticker ROE ROIC (R$ mn) 2020E 2021E 2020E 2021E
Banco do Brasil BBAS3 20% N/A N/A N/A N/A 5,60% 8,80%
Taesa TAEE11 21% 10% 5.261 2,9x 2,6x 10,60% 10,60%
Telefônica Brasil VIVT4 7% 5% 10.431 0,5x 0,3x 5,20% 5,20%
Engie Brasil EGIE3 35% 14% 10.893 2,4x 2,4x 10,50% 10,90%
AES Tietê TIET11 20% 9% 2.892 2,0x 1,5x 11,10% 10,90%

BB e Engie entraram 

A substituição ficou por conta da saída da Cyrela (CYRE3) e da Itaúsa (ITSA4) pelos Banco do Brasil (BBAS3) e a Engie Brasil (EGIE3). Essa iniciativa manteve o perfil diversificado, mas cauteloso da análise do banco de investimento mais antigo do mercado, sendo realizada de forma transversal pelas equipes de análise de empresas e de estratégia.
Os bancos, apesar de possuírem falhas nos sistemas e altas taxas de juros, possuem a solidez necessária para se consolidar na bolsa de valores, além de serem universais e diversificados. Mas o real motivo do BB ter sido indicado entre os melhores ativos de dividendos da BTG foi a sua carteira de empréstimos, que foi ampliada, incluindo o agronegócio e o aumento do crédito consignado para funcionários públicos, transações consideradas mais seguras que as realizadas por banco privados.
Já a Engie, maior produtora independente de energia do país, possui uma combinação de liquidez, capacidade de crescimento, disciplina na aplicação de capital e pagamento de dividendos, sendo vista como um ativo promissor já para este ano, com perspectiva de se tornar um “dividend yield“ para 2020 e 2021 , com de 10.2% e 10.9% de crescimento.

Cenário brasileiro

Depois de uma leve recuperação no mês de abril, os bancos de investimentos fizeram análises mais positivas, de olho em uma retomada da economia mundial. A expectativa foi impulsionada pelo controle da pandemia na Europa e Ásia, que atingiram o pico da doença e seguem reduzindo as medidas restritivas, especialmente no que diz respeito ao comércio.
Nessa perspectiva, a BTG Pactual apresenta uma carta de dividendos bem diversificada, mas ainda considerada cautelosa. Isso porque o Brasil vive momento diferente do resto do mundo. Aqui a doença não atingiu o ápice.
Além disso, o cenário político ainda não demonstra a estabilidade necessária para fazer o país crescer. Apesar disso, a ameaça de impeachment do presidente foi descartada, e as novas alianças podem ser um passo rumo a reformas fiscais e monetárias, aspectos fundamentais para o mercado.

Compartilhe:

Deixe uma resposta


Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.