carteira recomendada10sim fev21

Carteira Recomendada de Ações 10SIM do BTG Pactual – Fevereiro/2021

Todos os meses, o BTG Pactual elabora uma série de Carteiras Recomendadas, reunindo sugestões de ativos para o período, a partir das análises financeiras e econômicas de sua equipe especializada. Esta é a Carteira Recomendada de Ações 10SIM do BTG Pactual para Fevereiro de 2021.

Visão Geral

A equipe de análise do BTG Pactual considera que, após os temores pelo retorno da pandemia em Janeiro, agora a vacinação pode “salvar o dia”. Com os programas de imunização em andamento, o otimismo retorna ao mercado financeiro, apesar das novas variações do vírus que estão circulando pelo planeta.

No Brasil, o problema tem sido a disponibilidade das vacinas. De acordo com o banco, até que o país comece a fabricar os próprios insumos, pode-se esperar períodos de baixa capacidade de vacinação.

Além disso, a expectativa é de que as taxas de juros permaneçam baixas, não apenas no Brasil, mas também no exterior. E, nos Estados Unidos, a aprovação de pacotes adicionais de estímulo pelo governo de Joe Biden e o Congresso deve alimentar o apetite por risco global.

Esse aumento no apetite por risco deve fazer com que os investidores estrangeiros ampliem sua exposição a mercados financeiros emergentes, como o brasileiro. Seguindo essa tendência, alguns fundos internacionais já aumentaram sua exposição a ações brasileiras no final de 2020.

Enquanto isso, na política brasileira, os analistas destacam um evento importante, as eleições para presidência das Casas Legislativas. Com a vitória de candidatos apoiados pelo governo, isso pode aumentar o controle do Planalto sobre a agenda do Congresso e apoiar o avanço de seus projetos e reformas.

Para o mês de Fevereiro/2021, o BTG Pactual apresenta uma carteira recomendada de ações 10SIM distribuída da seguinte maneira:

  • Vale (VALE3) – 15%
  • Petrobras (PETR4) – 10%
  • Itaú (ITUB4) – 10%
  • Rede D’Or (RDOR3)- 10%
  • PagSeguro (PAGS34) – 10%
  • Totvs (TOTS3) – 10%
  • Oi S.A. (OIBR3) – 10%
  • Suzano (SUZB3) – 10%
  • Cyrela (CYRE3) – 10%
  • Aliansce Sonae (ALSO3) – 5%

Em relação à carteira de Janeiro/2020, houve 2 saídas, da Gerdau (GGBR4) e B3 (B3SA).

Desempenho

Segundo os analistas do BTG Pactual, a Carteira Recomendada de Ações 10SIM de Janeiro apresentou desempenho com queda de -3,9%, enquanto o IBOV teve queda de -3,3%.

No ano de 2020, a rentabilidade acumulada pela carteira foi de +2,1%, contra +2,9% do IBOV.

No período desde outubro/2009, a rentabilidade acumulada pela carteira é de +277,1%, contra +87,0% do IBOV.

Carteira Recomendada de Ações 10SIM do BTG Pactual - Fevereiro-2021

Vale (VALE3)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a Vale (VALE3) está em uma posição favorável, pois a oferta e demanda de minério de ferro permanecem fortes e os preços já superaram US$ 160/t.

Além disso, a empresa deve permanecer amigável aos acionistas, com uma expectativa de dividend yield de 12% para 2021.

O banco também considera que as ações estão baratas. No entanto, a redução do risco deste investimento deve ocorrer de maneira gradual e dependendo de vários pilares.

Entre esses pilares, está a melhoria da percepção de ESG – Governança Ambiental, Social e Corporativa da empresa, que deve progredir em longo prazo. A tragédia de Brumadinho, em especial, tem incentivado a gestão a mudar os rumos da empresa.

Petrobras (PETR4)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a Petrobras (PETR4) sofreu um impacto negativo em suas ações nas últimas duas semanas.

O papel foi prejudicado por ruídos políticos em relação à capacidade da empresa para ajustar os preços domésticos dos combustíveis e continuar em busca da Paridade de Preços Internacionais – IPP. Outro fator que causou a queda no preço da PETR4 foram os rumores de uma possível greve dos caminhoneiros.

Ainda assim, a perspectiva do banco permanece favorável, entre outros motivos, porque a Petrobras mantem foco em projetos de alto retorno na área do pré-sal. Isso abre caminho para lucros sustentáveis a longo prazo.

Além disso, em vista da curva de petróleo atual, neste ano as ações devem apresentar um atraente FCFE – Free Cash Flow to Equity, fluxo de caixa livre para distribuição aos acionistas.

O banco considera que, com maior flexibilidade na política de dividendos e a dívida bruta já reduzida a US$ 80 bilhões, a empresa pode acelerar os dividendos mais cedo do que o esperado.

Itaú (ITUB4)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, o Itaú (ITUB4) – assim como os demais bancos – é beneficiado pela tendência de alta das taxas de juros de curto prazo. Por isso, faz sentido ganhar exposição a esse setor.

O banco considera que, entre as empresas do setor, o Itaú se destaca por caminhar na direção certa, com decisões acertadas para promover uma transformação de dentro para fora.

O BTG também destaca que a cisão parcial da participação do Itaú na XP Investimentos, por meio da criação da Newco, anunciada recentemente, pode dar força ao valuation das ações ITUB4.

Rede D’Or (RDOR3)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a Rede D’Or (RDOR3) traz exposição ao setor de saúde para a carteira, uma boa opção para aumentar a proteção em períodos de alta volatilidade no mercado

Segundo o banco, a Rede D’Or realizou o maior IPO de 2020 e o segundo maior da indústria hospitalar global. Os pontos fortes destacados são as oportunidades de crescimento e de retorno, devido ao fato de ser um setor ainda não consolidado e que apresenta constante expansão.

A equipe do BTG Pactual também destaca que a empresa apresenta números atrativos de lucros e sua rentabilidade é referência, correspondendo ao dobro da média do setor. Esse desempenho reflete a sólida execução do negócio e a escalabilidade do seu serviço completo aos clientes.

Para completar, o banco aponta que a Rede D’Or promete um ano notável em Fusões e Aquisições para 2021.

PagSeguro (PAGS34)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a PagSeguro (PAGS34) promete números fortes referentes ao 4T20. Com a pandemia, o mercado de pagamentos eletrônicos acelerou, e a PagSeguro foi uma das empresas que mais se beneficiaram.

A expectativa é de que o Volume Total de Pagamentos – TPV apresente alta de cerca de +60% na comparção anual, e que as margens também demonstrem melhora.

Os analistas do BTG expressam previsão de que a receita da empresa acelere nos anos de 2021 e 2022. Em combinação com uma governança corporativa melhor, isso deve promover uma recuperação do valuation das ações, que estão descontadas em relação aos seus principais pares globais.

Atualmente, o banco aponta que existe um ponto de entrada atraente para o investimento em PAGS34, pois as ações tiveram queda superior a -10% no acumulado de 12 meses, sem motivo específico.

Totvs (TOTS3)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a Totvs (TOTS3) apresenta um modelo de negócio principal resiliente, pois tem oportunidades interessantes de venda cruzada e opcionalidade na frente da TechFin.

O banco considera que, como as vendas da empresa estão diretamente relacionadas ao desempenho da economia, a recuperação esperada para este ano deve beneficiar as receitas recorrentes.

Além disso, também destaca que a empresa é uma boa opção para proteção ativa contra os efeitos do aumento da inflação, pois tem a receita ajustada pela inflação, em um serviço considerado essencial e de difícil substituição.

Oi S.A. (OIBR3)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a Oi S.A. (OIBR3) apresentou uma queda drástica no preço de suas ações, chegando a R$ 2,08.

Isso ocorreu, possivelmente, devido a notícias de que apenas dois interessados apresentaram lances para o leilão da InfraCo, a empresa de infraestrutura da Oi. Além disso, segundo as notícias, os valores oferecidos não ultrapassaram muito o preço mínimo definido para o ativo.

O banco considera que ainda é cedo para concluir que as ofertas continuarão nesse nível. Além disso, pontua que bastam dois interessados para que ocorra um leilão disputado, pois o mais importante é o quanto eles desejam o ativo e seu potencial financeiro para apresentar lances mais altos.

Assim, presumindo que a InfraCo seja vendida por R$ 24 bilhões, o BTG Pactual estabelece o preço-alvo da OIBR3 em R$ 3,10 – um potencial de valorização de +49% em relação ao preço atual de negociação.

Suzano (SUZB3)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a Suzano (SUZB3) foi incluída no porfólio porque as ações devem manter o bom desempenho, devido ao ambiente favorável de preços de commodities.

A expectativa é de que a demanda apresente uma melhora, com o mercado resiliente de papel sanitário e a recuperação do segmento de papel de imprimir e escrever. Enquanto isso, com a prorrogação do projeto MAPA, da Arauco, para o quarto trimestre, não deve haver nenhum aumento relevante da capacidade de produção até o final do ano.

O banco considera que, embora o nível de alavancagem não seja confortável, o caminho para a normalização é claro e a situação é administrável. Além disso, é uma das melhores teses de investimento ESG – Governança Ambiental, Social e Corporativa da América Latina.

Cyrela (CYRE3)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a Cyrela (CYRE) apresentou alta de +106% a.a. em lançamentos e de +34% a.a. em vendas no resultado operacional do 4T20, impulsionada pelas taxas de juros imobiliários, que estão nos níveis mais baixos já registrados.

O banco considera que, apesar da incerteza, a empresa está bem posicionada para aproveitar a recuperação do setor habitacional.

Essa avaliação leva em conta vários fatores, como o fato de que a empresa possui marcas diferentes que atendem a todos os segmentos de renda e a perspectiva de aumentar os lançamentos em 2021 acima dos dois dígitos.

Aliansce Sonae (ALSO3)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a Aliansce Sonae (ALSO3) – bem como outras empresas do setor de administração de shoppings – apresentou uma melhora interessante no desempenho operacional nos últimos meses.

As vendas tiveram ampla recuperação, chegando a 88% do nível pré-pandemia em outubro. A recuperação da arrecadação de alugueis segue quase a mesma linha. Além disso, as taxas de vacância também não aumentaram muito, com uma queda de apenas -130bps no terceiro trimestre de 2020, em relação ao mesmo período de 2019.

O banco considera que, em relação aos seus pares, a empresa tem a menor alavancagem, o que lhe garante um balanço sólido. E, como o preço de negociação da ALSO3 caiu cerca de -50% no ano passado, a ação está extremamente atraente.

 

Estes são os ativos da Carteira Recomendada de Ações 10SIM do BTG Pactual para Fevereiro de 2021. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso às carteiras recomendadas mensais para ações.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.

(Visited 117 times, 1 visits today)

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Deixe uma resposta


Mais Lidos

Postagens Relacionadas

Categorias

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.