Vulcabras (VULC3)
Vulcabras (VULC3)

Análise Completa: Resultado Vulcabras (VULC3) para o 3T20

No dia 05 de novembro, foi apresentado o resultado Vulcabras (VULC3) para o 3T20 e a equipe de Equity Research do BTG Pactual já realizou a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Vulcabras apresenta desempenho encorajador

De acordo com o relatório do BTG Pactual, os números revelados pela Vulcabras (VULC3) para o terceiro trimestre são encorajadores, especialmente em vista das baixas apresentadas no trimestre anterior.

Os destaques do período foram os segmentos de calçados para esportes, e-commerce e vestuário e acessórios.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações VULC3 estavam sendo negociadas a R$ 7,63. A capitalização de mercado era de R$ 1,875 bilhão. O volume diário médio era de 1,203 milhões de ações.

Resultado Vulcabras (VULC3) para o 3T20

Vendas Líquidas mais altas do que no pré-pandemia

Os analistas do BTG Pactual apontam que as vendas líquidas no terceiro trimestre chegaram a R$ 383 milhões. Número representa alta de +6,5% em relação ao mesmo período do ano passado, antes do impacto da pandemia, e está alinhado com as previsões do banco.

A receita no mercado interno teve alta de +7,3% na comparação de base anual. Por outro lado, as vendas no mercado externo apresentaram queda de -3,1%.

Dentro dos vários segmentos da empresa, o que apresentou maior salto de performance foi o e-commerce, com alta de +235% nas vendas em relação ao 3T19 e de +32% em relação ao 2T20.

Também mereceram menção os segmentos de vestuário e acessórios, com alta de +32% em relação ao 3T19, e de calçados para esportes, com alta de +4% em relação ao 3T19.

Enquanto isso, o segmento de calçados femininos teve queda de -13% nas vendas, na comparação anual. O resultado foi atribuído pelos analistas do BTG Pactual a uma performance mais fraca das subsidiárias internacionais.

Licenciamento da Azaleia

A Vulcabras anunciou, em 24 de setembro, o licenciamento da sua marca de calçados femininos, Azaleia, para a Grendene.

A Grendene passa a ter o direito de utilizar a marca nos calçados produzidos e comercializados por sua empresa. A Vulcabras receberá um percentual das receitas operacionais líquidas mensais desses produtos como remuneração pela licença de uso da marca.

A transação está alinhada com o planejamento estratégico da Vulcabras, que visa concentrar recursos e esforços no segmento de calçados e outros artigos para esportes.

Margens sofrem menos pressão

Segundo a equipe do BTG Pactual, as margens de lucro da Vulcabras ainda sofrem pressão, mas em menor intensidade do que no período anterior.

A margem bruta ficou em 34,2%, representando queda de -0,5% em relação ao 3T19. Porém, esse número superou a previsão do banco em +1,1%.

A explicação para a queda na margem foi o impacto de três fatores. Em primeiro lugar, da venda de produtos fabricados durante o 2T19, que tiveram custos mais elevados. Em segundo, o aumento do absenteísmo nas plantas da companhia. Em terceiro, a alta de preço das matérias primas.

Já a margem EBITDA registrada foi de 17,3%, representando queda de -0,7% em relação ao 3T19. Esse número ficou alinhado com a previsão do banco.

Excluindo uma movimentação contábil não-recorrente de R$ 6,4 milhões do resultado do 3T19, a comparação com o 3T20 ficaria ainda mais favorável. Nesse caso, seria possível observar alta de +1,1% na margem EBITDA do último trimestre.

Resultado Vulcabras (VULC3) para o 3T20

Lucro Líquido tem alta modesta

Conforme o BTG Pactual, o lucro líquido da Vulcabras no terceiro trimestre foi de R$ 43 milhões. Esse resultado representa uma alta modesta, de +4%, em relação ao mesmo período do ano passado.

Resultado Vulcabras (VULC3) para o 3T20

Resultado Vulcabras (VULC3) para o 3T20: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual considera que a Vulcabras (VULC3) apresenta resultados que demonstram melhora na performance. A empresa também está ganhando momentum, com o licenciamento de suas marcas e a compra da Mizuno.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo de R$ 14,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise da equipe de Equity Research do BTG Pactual sobre o resultado Vulcabras (VULC3) para o 3T20. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatório preparado pelo Banco BTG Pactual S.A. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.

Compartilhe:

Deixe uma resposta


Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.