Análise Completa: Resultado Rumo (RAIL3) para o 4T20
Análise Completa: Resultado Rumo (RAIL3) para o 4T20

Análise Completa: Resultado Rumo (RAIL3) para o 4T20

No dia 11 de fevereiro de 2021, foi apresentado o resultado da Rumo (RAIL3) para o 4T20 e as equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual já realizaram a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Resultado fraco e abaixo das estimativas

De acordo com o relatório do BTG Pactual, o desempenho do Rumo (RAIL3) foi abaixo do esperado, impactado por volumes mais fracos e maior concorrência.

Por sua vez, de acordo com o relatório da Eleven, a empresa  reportou resultados abaixo de suas estimativas, com pressão ainda maior na tarifa média da operação Norte.

Os destaques do período foram tarifas da Operação Norte e baixos rendimentos.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações RAIL3 estavam sendo negociadas a R$ 19,80. A capitalização de mercado era de R$ 36,70 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 225,24 milhões.

Resultado Rumo (RAIL3) para o 4T20

Tarifas na Operação Norte pressiona resultado

De acordo com o BTG Pactual, os resultados da Rumo no 4T20 foram ruins e abaixo das estimativas de analistas, reflexo de um ambiente mais competitivo e preços de combustível mais baixos.

A tarifa da Operação Norte teve uma redução de -17% na comparação de base anual. Essa redução foi muito superior à verificada nos outros trimestres de 2020 (entre -7% e -10%), o que pressionou as receitas no período.

Por sua vez, houve um aumento das receitas dos segmentos de menor margem, que são elevação (+35%) e solução logística (+100%). Enquanto isso, a receita de transportes apresentou queda de (-6%).

A receita líquida consolidada ficou estável na comparação anual, em R$ 1,7 bilhão.

Volumes sólidos, rendimentos mais baixos

De acordo com o BTG Pactual, o desempenho operacional foi misto, com volumes sólidos e queda dos rendimentos.

O volume transportado foi de 16,1 bilhões de toneladas por quilômetro útil (TKU), alta de +8% na comparação de base anual. O indicador TKU é muito utilizado como parâmetro de operação dos modos de transporte, revelando seu desempenho. Esse resultado positivo é reflexo do crescimento dos volumes agrícolas (+8%) e industriais (+7%).

Entretanto, o rendimento (yield) teve queda de -13% na comparação anual, em virtude: i) do menor nível de contratos take-or-pay (no qual o comprador deve adquirir uma quantidade mínima do produto); ii) da maior competição com a pavimentação da BR-163 e menores preços de combustíveis; e iii) do produtor reter as exportações de milho.

O rendimento das Operações do Norte teve forte queda (-17%) e as Operações do Sul ficaram estagnadas. Houve um aumento dos custos e despesas do Norte, apesar de maiores volumes (+12%). Enquanto isso, o volume do Sul (-4%) continuou a ser impactado por uma safra mais fraca e menor demanda por produtos industriais devido à pandemia.

Alavancagem cresce, mas ainda é confortável

Segundo a Eleven, a despesa financeira teve uma forte queda (de -31%, na comparação com o trimestre anterior) em virtude do pré-pagamento das outorgas das Malhas Central e Paulista em setembro de 2020, o que reduziu os custos com outorgas e arrendamentos operacionais no trimestre.

No comparativo anual, o resultado financeiro líquido ficou praticamente estável pela alta no custo da dívida em função do aprimoramento feito pela empresa no valor justo dos instrumentos financeiros.

O CAPEX (despesa de capitais) no 4T20 totalizou R$ 997 milhões, alta de +77% na comparação de base anual. Essa alta foi impulsionada principalmente pelos investimentos na Rede Central.

Por sua vez, o fluxo de caixa livre antes de financiamentos e amortizações foi de -R$ 455 milhões e a alavancagem líquida foi de 1,9x, o que ainda é confortável, de acordo com o BTG Pactual.

Perspectivas para 2021

Conforme as estimativas da Agroconsult, a perspectiva é de crescimento da exportação de soja e milho.

No que se refere à soja, o Mato Grosso (MT) tem expectativa de aumento nas exportações, enquanto o Rio Grande do Sul (RS) deve ter forte expansão na produção, recuperando-se da quebra de safra em 2020. Por sua vez, o estado de Goiás (GO) começará a ser atendido pela Rumo este ano, e deve produzir 13,4 milhões de toneladas.

A cultura do milho deve ter safra recorde, com aumento de 6 milhões de toneladas na produção e de 2 milhões de toneladas nas exportações nacionais.

Nota-se que o volume a ser transportado pela Rumo depende, além do aumento da exportação de grãos, da recuperação da competitividade do escoamento pela sua infraestrutura frente a outros modais, segundo a Eleven.

De acordo com o BTG Pactual, espera-se que a empresa foque em sua capacidade no futuro, visando aumentar sua competitividade em regiões-chave.

Por fim, aos investidores, recomenda-se monitorar: i) as notícias sobre Lucas do Rio Verde e Ferrogrão; ii) os leilões de novas ferrovias; iii) o desempenho dos rendimentos (yields) e de volume; e iv) a divulgação de novos guidances (isto é, as estimativas divulgadas pela empresa) de longo prazo.

Resultado Rumo (RAIL3) para o 4T20

EBITDA tem queda e reduz margem

Conforme informa o BTG Pactual, o EBITDA da Rumo no 4T20 ficou em R$ 758 milhões. Na comparação de base anual, esse resultado representa uma queda de -16%, implicando em margem EBITDA de 46% (uma queda de -8,3 p.p.), e um EBITDA 13% abaixo das estimativas da equipe.

Lucro Líquido tem queda de -98%

De acordo com o relatório do BTG Pactual, o lucro líquido da Rumo no 4T20 foi de R$ 3 milhões. Esse resultado representa queda de -98% na comparação de base anual, e muito abaixo das expectativas da equipe, de R$ 8 milhões.

Resultado Rumo (RAIL3) para o 4T20

Resultado Rumo (RAIL3) para o 4T20: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

Apesar dos fracos resultados da Rumo (RAIL3), a equipe de análise do BTG Pactual continua a ver a tese de investimento como uma das melhores formas de participar do setor de infraestrutura sob sua cobertura, impulsionado por sólidos fundamentos de longo prazo.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 28,00.

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven pontua que a redução da tarifa da operação Norte é preocupante, e isto deve implicar em uma reação negativa do mercado. Entretanto, a equipe considera que a Rumo (RAIL3) negocia a um múltiplo EV/EBITDA de 10,3x nas estimativas para 2021, acima da média do setor.

Assim, estabelece recomendação neutra, com preço-alvo em R$ 26,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise das equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual sobre o resultado da Rumo (RAIL3) para o 4T20. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.

Compartilhe:

Deixe uma resposta


Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.