PFRM3

Análise Completa: Resultado Profarma (PFRM3) para o 4T20

No dia 16 de março, foi apresentado o resultado Profarma (PFRM3) para o 4T20 e a equipe de Equity Research da Eleven Financial Research já realizou a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Profarma teve um trimestre desafiador

De acordo com o relatório da Eleven Financial Research, o desempenho do Profarma (PFRM3) foi fraco, conforme já era esperado pelos analistas, com queda nos resultados consolidados. Indicadores financeiros tiveram uma performance considerável, apesar do ano adverso.

Os destaques do período foram o desempenho do segmento de distribuição e diluição das despesas.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações PFRM3 estavam sendo negociadas a R$ 6,44. A capitalização de mercado era de R$ 800 milhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 3 milhões.

Resultado Profarma (PFRM3) para o 4T20

Segmento de distribuição foi o destaque do trimestre

Segundo o relatório da Eleven Financial Research, o desempenho do segmento de distribuição foi positivo. A receita bruta, no 4T20, foi de R$ 1,7 bilhão, alta de +17,5% em relação ao mesmo período de 2019. No acumulado do ano, a receita totalizou R$ 6 bilhões, alta de +16,4% em comparação ao acumulado em 2019.

De acordo com os analistas da Eleven, o segmento que trata da comercialização de medicamentos, produtos de higiene pessoal e cosméticos foi alavancado pelo maior consumo de farmácias independentes e associações, os principais clientes da companhia.

Por outro lado, segundo os analistas da Eleven, o varejo teve um fraco desempenho. A  receita bruta  do segmento foi de R$ 278,5 milhões, queda de -7,5% em relação ao 4T19, e alta de +5,8% em relação ao trimestre anterior. O resultado é justificado pelo menor fluxo de pessoas nas lojas do shopping, em decorrência da pandemia do coronavírus.

Para justificar a queda do varejo, o release de resultados da empresa ressalta que as lojas da rede estão concentradas no estado do RJ e no DF, menos beneficiados pelo auxílio emergencial quando comparado ao PIB. Essa informação justifica o crescimento abaixo da média do mercado brasileiro.

Ganho importante na diluição das despesas

De acordo com o relatório da Eleven Financial Research, a empresa apresentou ganhos significativos na diluição das despesas, principalmente das despesas operacionais. Essas despesas somaram R$ 567 milhões ou 10,3% da receita líquida da empresa. Em relação a 2019, esse número apresentou queda de -1,2 pontos percentuais.

Segundo os analistas da Eleven, essa melhora se dá pela diluição das despesas do segmento de distribuição. As vendas subiram +16,4% em relação ao 4T19, aliadas a  melhorias operacionais, que aumentaram a produtividade da companhia.

Quando se compara as despesas de 2019 e 2020, novamente, se observa uma queda de -0,6 pontos percentuais em relação a 2019. A queda também se dá devido ao desempenho do  segmento de distribuição.

Resultado Profarma (PFRM3) para o 4T20

EBITDA segue impactado pela pandemia

Conforme informa a Eleven Financial Research, o EBITDA da Profarma ficou em R$ 47,8 milhões. O número revela queda de -10,3% em relação ao mesmo período de 2019 e segue pressionado pela fraca performance do varejo.

O trimestre foi marcado pelo crescimento significativo do segmento de distribuição, onde as margens são mais fracas, e lojas fechadas.

Lucro Líquido surpreende analistas

Conforme o relatório da Eleven Financial Research, o lucro líquido da Profarma no quarto trimestre foi de R$ 17,1 milhões . Esse resultado representa alta de +4,6% em relação ao mesmo período de 2019 e está +453% acima do projetado pelos analistas.

Segundo relatório da Eleven, o lucro líquido do ano de 2020 atingiu recorde, totalizando R$ 52,3 milhões, mesmo em um ano turbulento. O resultado, que representa alta de +336% em relação ao ano 2019, foi alavancado pelo melhor desenho da distribuição, resultados financeiros mais saudáveis e recuperação de R$ 24 milhões de PIS e COFINS.

Resultado Profarma (PFRM3) para o 4T20

Resultado Profarma (PFRM3) para o 4T20: Recomendações.

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven considera que a Profarma (PFRM3), no segmento de varejo, tem perspectivas para tornar-se cada vez mais relevante. Os analistas acreditam que a d1000 tem potencial para passar de 41% do EBITDA para 56% até 2025, aumentando sua representatividade. Além disso, acreditam na continuidade do bom desempenho do segmento de distribuição.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 11,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise das equipes de Equity Research da Eleven Financial Research sobre o resultado Profarma (PFRM3) para o 4T20. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Deixe uma resposta


Postagens Relacionadas

Mais Lidos

Categorias

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.