No dia 24 de fevereiro de 2021, foi apresentado o resultado da Petrobras (PETR4) para o 4T20 e as equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual já realizaram a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Bom desempenho em meio à crise

De acordo com o relatório do BTG Pactual, o desempenho da Petrobras (PETR4) foi em linha com as estimativas depois de alguns ajustes, mas o resultado reportado pela companhia no 4T20 é confuso.

Enquanto isso, de acordo com o relatório da Eleven, o desempenho revela eficiência e geração de valor, mas o atual cenário da companhia é de profundas incertezas.

Os destaques do período foram bom desempenho em ano de crise e mudança de CEO.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações PETR4 estavam sendo negociadas a R$ 24,40. A capitalização de mercado era de R$ 313,66 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 1,73 bilhão.

Resultado Petrobras (PETR4) para o 4T20

Resultado em linha com plano estratégico

Após um ano de recessão na indústria de petróleo e em meio a embates de governança, independência e ajuste de preços, a Petrobras divulgou seu resultado em linha com seu plano estratégico, segundo a Eleven.

O ano de 2020 foi marcado pela crise nos preços do petróleo em virtude da pandemia, que gerou um ambiente de incerteza generalizada no setor. Apesar disso, a companhia mostrou excelente planejamento e resiliência.

Foram reportados resultados de produção com recordes históricos. No trimestre, a produção de óleo bateu de 2,28 MMpbd enquanto a produção de óleo e gás foi de  2,85 MMboed. Esses resultados representam uma alta na comparação de base anual de +4,3% e +2,4%, respectivamente.

Enquanto isso, o BTG Pactual indica um conjunto confuso de resultados no 4T20, apresentando vários impactos pontuais e, principalmente, eventos não-caixa, que impulsionam o EBITDA e os lucros da companhia.

Entre os eventos, estão: i) a reversão de R$ 30 bilhões da perda por impairment (baixa de ativos) no 1T20, por um Brent inferior (classificação de petróleo cru); e ii) o ganho de até R$ 13 bilhões com despesas anteriores relacionadas a planos de saúde e previdência.

No que se refere às medidas: i) BOE (barril de óleo equivalente) é a unidade utilizada para comparar (converter), em equivalência térmica, um volume de gás natural em um volume de óleo; e ii) BPD é a abreviatura para barris de petróleo por dia.

Impacto do pré-sal nos resultados

Segundo a Eleven, a maior parte da produção da Petrobras veio do pré-sal (66%), em linha com sua estratégia de foco em ativos que geram valor enquanto continua seu processo de desinvestimento.

Enquanto isso, de acordo com o BTG Pactual, o custo de extração foi mais alto do que o esperado devido a menor produção.

O segmento de Exploração e Produção (E&P) teve um aumento no custo de extração para US$ 7,2/boe, reforçando o potencial de desalavancagem operacional do pré-sal em um trimestre em que a produção caiu 9%.

Por sua vez, o segmento de Refino teve um resultado menor que o esperado, impulsionado por preços realizados abaixo das estimativas. Enquanto isso, o negócio de Gás e Energia (G&E) teve um resultado mais forte em virtude do aumento de preços de energia e altos volumes de gás.

Resultado operacional mais fraco

No que se refere ao resultado trimestral, o 4T20 foi operacionalmente mais fraco do que o trimestre anterior, segundo a Eleven.

O resultado operacional mais fraco se deve às paradas programadas postergadas em 2020 em virtude da pandemia. Assim, a produção de 2,7 Mboed teve uma queda de -9,1% e -11,3%, respectivamente, nas comparações de base trimestral e anual.

A receita líquida totalizou R$ 74,97 bilhões no 4T20 em virtude de melhores preços de derivados básicos e da recuperação de alguns mercados, com gás natural, energia elétrica, querosene de aviação e óleo combustível.

Por sua vez, as exportações caíram -6,2% devido a uma menor produção no trimestre. Em relação ao mercado interno, diesel e gasolina corresponderam a 67% da receita nacional de vendas, também em linha com os 69% apresentados no 3T20.

Anúncio de novo CEO gera incertezas

Segundo a Eleven, o resultado divulgado pela Petrobras em 2020 demonstra como a atual gestão da Petrobras é eficiente e capaz de gerar valor, mesmo em um cenário adverso gerado pela pandemia.

Entretanto, o bom resultado é divulgado em meio ao anúncio da indicação do general Luna para o cargo de presidente e , além disso, há toda a discussão em torno da política de preços. Esses eventos fizeram a companhia perder R$ 75 milhões em valor de mercado no dia 22 de fevereiro (segunda-feira).

O anúncio do novo CEO foi feito de maneira abrupta e gerou incertezas para os investidores quanto a manutenção da política de preços e estratégia futura da Petrobras. Por enquanto, é esperada uma nova Assembleia Geral Extraordinária (AGE) a fim de discutir a troca de comando da empresa.

Apesar da eficiência e geração de valor, uma postura mais intervencionista do governo pode colocar em risco a recuperação apresentada pela companhia nos últimos anos.

Perspectivas para a Petrobras

De acordo com o BTG Pactual, a Petrobras não fez menção à mudança de gestão em curso em seu release.

A empresa destacou destacou as realizações positivas dos últimos anos e reiterou o foco no pré-sal, bem como em seu programa de venda de ativos. O DPA (dividendo por ação) regular anunciado de R$ 0,787 implica em um rendimento de 3% sobre o preço de ontem, o que é um sinal positivo.

Para a equipe, as ações tomadas nas próximas semanas serão cruciais para restaurar a confiança na precificação da Petrobras, na independência de alocação de capital e para ajudar a “liberar” a ação da armadilha de valor atual.

Com os preços dos combustíveis ainda abaixo do IPP (índice de preços ao produtor), mais aumentos podem ser necessários em breve. Entretanto, é difícil pensar em um cenário em que isso aconteça sem algum ruído ou de outra forma, sem colocar os resultados da companhia e o fornecimento de combustível no país em risco.

Resultado Petrobras (PETR4) para o 4T20

EBITDA impactado por reversão de gastos

Conforme informa a Eleven, o EBITDA da Petrobras ficou em R$ 47,04 bilhões no 4T20. O número revela alta de +40,7% e +28,8%, respectivamente, nas comparações de base trimestral e anual.

O resultado foi impactado sobretudo pela reversão de gastos passados do plano de Assistência Multidisciplinar de Saúde (AMS), que passou por revisão e resultou em um efeito de R$ 13 bilhões no período.

Lucro Líquido tem alta de +608%

Conforme o relatório da Eleven, o lucro líquido da Petrobras foi de R$ 60,45 bilhões no 4T20. Esse resultado representa uma reversão do prejuízo registrado no 3T20 (R$ 1,66 bilhões) e alta de +608% em comparação ao 4T19.

Nota-se que o resultado se deve a um efeito não recorrente de R$ 30 bilhões, correspondente a uma reversão de perda no impairment nos campos de produção registrados no 1T20.

Portanto, a equipe indica o lucro recorrente de R$ 29 bilhões no período, alta de +852% e +118%, respectivamente, nas comparações de base trimestral e anual.

Resultado Petrobras (PETR4) para o 4T20

Resultado Petrobras (PETR4) para o 4T20: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual considera que a Petrobras (PETR4) reportou um conjunto confuso de resultados no período e não mencionou as mudanças de gestão em curso. No que se refere à companhia, apesar de ser um grande nome, o atual cenário é de profundas incertezas.

Assim, estabelece recomendação compra, com preço-alvo em R$ 29,00.

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven considera que a atual gestão da Petrobras (PETR4) traz bons resultados, com eficiência e geração de valor. Entretanto, sugere cautela diante de tantas incertezas no momento.

Assim, estabelece recomendação neutra, com preço-alvo sob revisão.

 

Esta foi nossa apresentação da análise das equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual sobre o resultado da Petrobras (PETR4) para o 4T20. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.