MRV Engenharia (MRVE3) 1T21
MRV Engenharia (MRVE3) 1T21

Análise Completa: Resultado MRV Engenharia (MRVE3) 1T21

No dia 12 de maio de 2021, foi apresentado o resultado MRV Engenharia (MRVE3) 1T21 e a equipe de Equity Research da Eleven Financial Research já realizou a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

MRV Engenharia apresenta fortes resultados no trimestre

De acordo com o relatório da Eleven, a MRV Engenharia (MRVE3) apresentou fortes resultados operacionais, com o maior volume de lançamentos em um primeiro trimestre da história da companhia.

O destaque do período foi o recorde de lançamentos.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações MRVE3 estavam sendo negociadas a R$ 16,75. O valor de mercado era de R$ 8,1 bilhões. O volume médio negociado era de R$ 64 milhões.

Resultado MRV Engenharia (MRVE3) 1T21

Sólidos resultados operacionais com recorde de lançamentos

Conforme informa o relatório da Eleven, a MRV Engenharia reportou sólidos resultados no 1T21 reforçando a diversificação operacional no período.

A companhia realizou lançamentos que totalizaram um VGV potencial (Valor Geral de Vendas) de R$ 1,71 bilhão no trimestre. Esse resultado representa crescimento de +57,9% na comparação de base anual, em linha com as estimativas da equipe.

Vale ressaltar que esse é o maior volume de lançamentos em um primeiro trimestre da história da MRV. Entende-se por lançamento a disponibilização de um empreendimento para a venda.

No que se refere ao repasse de vendas, atingiu um patamar recorde no período. Isso está relacionado à implementação do processo de vendas garantidas, onde só são contabilizadas após o efetivo repasse do cliente ao banco financiador. Dessa forma, atingiu 65% das vendas.

Enquanto isso, o VSO (Vendas Sobre Oferta) da MRV atingiu 17,4% no 1T21. Cabe destacar que esse indicador aponta o percentual de unidades comercializadas em relação ao total de unidades disponíveis para vendas.

Dessa forma, as vendas líquidas da companhia atingiram R$ 1,61 bilhão com o avanço na diversificação operacional, o que é bastante positivo.

Impacto da diversificação operacional

Conforme informa a Eleven, a MRV Engenharia reportou um consumo de caixa no 1T21 devido à diversificação operacional da companhia.

O avanço na diversificação operacional tem consumido o caixa da companhia no curto prazo. Esse consumo está associado ao desenvolvimento dos projetos da Luggo e AHS Residential.

A Luggo é uma startup focada na locação de imóveis construídos exclusivamente para essa finalidade, enquanto a ASH é uma incorporadora baseada nos Estados Unidos, controlada pela MRV.

Segundo o relatório de resultados da própria MRV, a geração de caixa da companhia ficou negativa em R$ 384,1 milhões.

Isso também é reflexo do atual cenário de inflação de materiais na construção civil, que levou à antecipação de compra e estocagem de parte da matéria-prima necessária em suas obras. O objetivo dessa antecipação é garantir o preço e evitar interrupções no fornecimento.

Com o melhor primeiro trimestre da história da MRV em termos de lançamentos, espera-se que ao longo do ano o ritmo continue acelerando em lançamentos e vendas. Vale ressaltar que isso deve acontecer mesmo com aumento dos juros, visto a elevada demanda e o déficit habitacional.

Receita fica em linha com estimativas

De acordo com a Eleven, a MRV Engenharia reportou um crescimento de receita em linha com as estimativas da equipe no 1T21.

A receita líquida consolidada da companhia totalizou R$ 1,6 bilhão no 1T21. Esse resultado representa crescimento de +6% na comparação de base anual. Dessa forma, a receita ficou em linha com as estimativas da equipe.

No que se refere à margem bruta, teve queda de -0,3 p.p. e atingiu 27,8% no período. Apesar da queda, a equipe pontua que é positiva visto o aumento significativo do aço e concreto nos últimos meses.

Por fim, cabe destacar que a MRV está fazendo testes com a Fibra de Vidro na construção de quatro empreendimentos para reduzir o volume de aço utilizado em suas obras.

EBITDA abaixo das estimativas

Conforme informa a Eleven, o EBITDA da MRV Engenharia ficou em R$ 211 milhões. O número revela alta de +3,9% na comparação de base anual. Dessa forma, ficou abaixo das estimativas da equipe em -8,1%.

Lucro Líquido cresce no trimestre

Conforme o relatório da Eleven, o lucro líquido da MRV Engenharia foi de R$ 137 milhões. Esse resultado representa alta de +31,7% na comparação de base anual. Apesar disso, ficou abaixo das estimativas da equipe em -12%.

No que se refere à margem líquida, cresceu +1,7 p.p. no período em virtude de resultado financeiro melhor do que o esperado. O resultado financeiro da companhia foi favorecido pela correção da carteira de clientes pós chaves pelos índices inflacionários.

Resultado MRV Engenharia (MRVE3) 1T21

Resultado MRV Engenharia (MRVE3) 1T21: Recomendações

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven considera que a MRV Engenharia (MRVE3) reportou resultados em linha com suas estimativas e do mercado.

Dessa forma, espera-se uma reação neutra nas ações, uma vez que a margem bruta não foi tão impactada quanto da Tenda.

Porém, mesmo com a pressão dos custos de materiais, que vem impactando todo o setor de construção civil, a equipe mantém o otimismo para a companhia.

Assim, estabelece recomendação de compra , com preço-alvo em R$ 28,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise da equipe de Equity Research da Eleven Financial Research sobre o resultado MRV Engenharia (MRVE3) 1T21. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.

Compartilhe:

Deixe uma resposta


Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.