No dia 11 de março de 2021, foi apresentado o resultado da Moura Dubeux (MDNE3) para o 4T20 e a equipe de Equity Research da Eleven Financial Research já realizou a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Novos empreendimentos impulsionam resultados

De acordo com o relatório da Eleven, a Moura Dubeux (MDNE3) apresentou bons resultados operacionais no 4T20, com a consolidação de novos empreendimentos em diversos estados no período.

Os destaques do período foram novos lançamentos, redução dos distratos e reversão do prejuízo líquido.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações MDNE3 estavam sendo negociadas a R$ 9,41. O valor de mercado era de R$ 799 milhões. O volume médio negociado era de R$ 3,2 milhões.

Resultado Moura Dubeux (MDNE3) para o 4T20

Retomada dos lançamentos e forte ritmo de vendas líquidas

Conforme o relatório da Eleven, a Moura Dubeux apresentou bons resultados no 4T20, em virtude da retomada de lançamentos e forte ritmo de vendas líquidas.

As vendas da companhia tiveram crescimento de +59,8% em VGV (volume geral de vendas) frente ao 4T19, com forte contribuição dos estoques. No que se refere ao VSO (venda sobre oferta) líquido, ficou em 21,7% no trimestre, consolidando 44,6% em 2020.

A receita líquida da Moura Dubeux ficou em R$ 190,4 milhões no 4T20. Esse resultado representa crescimento de +97% em relação ao 4T19. No consolidado do ano de 2020, houve aumento de +25,9%.

Dessa forma, segundo o relatório de resultados da Moura Dubeux, a companhia atingiu o total de R$ 513 milhões em receita, mesmo ante o cenário de pandemia. Nota-se, portanto, que a receita líquida foi +26% maior do que o reportado em 2019.

Em relação ao endividamento, a companhia apresenta um indicador de 0,7% de Dívida Líquida/PL, o que é significativamente baixo.

Volume de distratos cai, mas estoques aumentam no trimestre

De acordo com o relatório da Eleven, a Moura Dubeux reportou uma redução dos distratos no 4T20.

As vendas brutas atingiram R$ 305,3 milhões no período, ainda com um volume de distratos relativamente elevado no consolidado, representando 44,4% das vendas brutas. Esse resultado é significativamente menor do que o registrado no 3T20, o que mostra uma tendência de queda nos distratos.

Investir em empresas estrangeiras não precisa ser difícil!

Baixe nosso e-book e saiba como ser sócio das gigantes internacionais: Amazon, Google, Apple, Facebook, entre outras!




Apesar do bom volume de vendas e redução dos distratos, a Moura Dubeux aumentou o volume de estoques em 21,5%, o que pode ser um sinal de atenção.

Lançamento de empreendimentos no Nordeste

Em termos operacionais, a Moura Dubeux realizou diversos lançamentos no ano de 2020.

Houve o lançamento de seis empreendimentos no 4T20, totalizando um potencial de VGV de R$ 451 milhões, sendo que foram quatro no modelo de condomínio e apenas dois na incorporação tradicional, segundo a Eleven.

Esses empreendimentos estão localizados em Porto de Galinhas (PE), Salvador (BA), Recife (PE) e Fortaleza (CE) são de médio e alto padrão, consolidando sua estratégia de suprir a demanda do mercado no Nordeste, atingindo uma VSO de lançamento de 30,5% e representando 50% das vendas no trimestre.

Dessa forma, com seis novos lançamentos no período, a Moura Dubeux totalizou dez projetos lançados em 2020.

Perspectivas para 2021

Para a equipe da Eleven, a Moura Dubeux apresentou sólido desempenho nos últimos dois trimestres e pode continuar reportando bons resultados adiante.

A equipe pontua que houve um aumento significativo na demanda por imóveis em todo o país, o que gera oportunidades no curto e médio prazos para a companhia, que é a principal incorporadora do Nordeste.

Em 2021, a incorporadora já realizou dois lançamentos, somando um potencial VGV (% Moura Dubeux) de R$ 90 milhões, sendo que um dos empreendimentos, localizado em Porto de Galinhas (PE), já atingiu 100% das vendas sob o regime de condomínio, mostrando a forte demanda do mercado imobiliário.

EBITDA ajustado fica abaixo das estimativas

Conforme informa a Eleven, o EBITDA ajustado da Moura Dubeux no 4T20 ficou em R$ 18,64 milhões. O número revela ligeira alta de 1% em relação ao 4T19. Entretanto, o resultado ficou -17,8% abaixo das estimativas da equipe.

Lucro Líquido também fica abaixo do esperado

Conforme o relatório da Eleven, o lucro líquido da Moura Dubeux no 4T20 foi de R$ 7,8 milhões. Esse resultado representa reversão do prejuízo reportado no 4T19, na ordem de R$ 31 milhões. Por sua vez, a margem líquida da companhia ficou em 4,1% no período.

Apesar da reversão, a equipe previa um lucro líquido de R$ 9,25 milhões para a Moura Dubeux no 4T20. Assim, o resultado reportado pela companhia ficou -15,7% menor em relação às estimativas, enquanto a margem ficou -1,0 p.p. abaixo do esperado.

Resultado Moura Dubeux (MDNE3) para o 4T20

Resultado Moura Dubeux (MDNE3) para o 4T20: Recomendações

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven considera que a Moura Dubeux (MDNE3) deve se beneficiar do aumento de demanda por imóveis no país no curto e médio prazo. Além disso, as ações da companhia estão com desconto significativo frente aos pares, negociando ao múltiplo de P/BV 2021 de 0,75x contra média do setor 1,2x.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 14,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise da equipe de Equity Research da Eleven Financial Research sobre o resultado da Moura Dubeux (MDNE3) para o 4T20. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.