No dia 04 de março, foi apresentado o resultado Lojas Quero-Quero (LJQQ3) para o 4T20 e as equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual já realizaram a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Lojas Quero-Quero apresenta sólidos resultados no 4T20

De acordo com o relatório do BTG Pactual, o desempenho do Lojas Quero-Quero (LJQQ3) foi forte, com a companhia apresentando, mais uma vez, um conjunto de números positivos. Segundo os analistas, o 4T20 reforçou o momentum sólido das Lojas Quero-Quero.

Enquanto isso, de acordo com o relatório da Eleven, o desempenho também foi considerado forte, com crescimentos significativos. Os números permitiram à empresa encerrar seu primeiro ano entre as empresas listadas de forma bastante satisfatória.

Os destaques do período foram a receita bruta do varejo e dos serviços financeiros.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações LJQQ3 estavam sendo negociadas a R$ 16,60. A capitalização de mercado era de R$ 3,11 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 36,78 milhões.

Resultado Lojas Quero-Quero (LJQQ3) para o 4T20

Projeto Quero-Quero Muito Mais deve evoluir em 2021

Segundo a companhia, a pandemia fez a empresa se adaptar e reforçar seu contato e presença digital. Visando ampliar sua participação nos canais digitais, no 4T20, iniciou-se a implantação do projeto Quero-Quero Muito Mais, que deve apresentar contínua evolução nos próximos trimestres.

O projeto busca disponibilizar produtos diferenciados, através de estoques nos centros de distribuição, unindo o conceitos de vendas físicas e digitais, o denominado “figital”. A ideia é aproveitar-se dos diferenciais da empresa, como presença física, relacionamento e capacidade logística já instalada em pequenas e médias cidades do interior.

Em 2021, o projeto deve avançar com novas fases de expansão e implantação de novas categorias, como as do universo de casas e construção. O projeto também deve alavancar o relacionamento das equipes com as comunidades atendidas.

Receita bruta do varejo apresenta bom desempenho no 4T20

Segundo o relatório do BTG Pactual, a receita bruta do varejo, no 4T20, totalizou R$ 509 milhões, um aumento de +39,2% em relação ao mesmo período de 2019. Também apresentou sólido SSS (vendas nas mesmas lojas) de +29,7%, mantendo a tendência apresentada no 3T20.

Os analistas do BTG atribuem essa melhora ao crescente número de consumidores investindo em suas casas, e a presença estratégica nas pequenas cidades do interior que têm sido menos afetadas pela pandemia e onde há pouca concorrência.

O relatório da Eleven também destaca a abertura de novas lojas, que apresentou alta de +14,2% versus o 4T19. Só no 4T20 foram abertas 17 novas lojas, no total de 2020, foram abertas 50 novas lojas.

Receita de serviços financeiros se recupera no 4T20

De acordo com o relatório do BTG, a receita bruta de serviços financeiros apresentou alta de +2,3% em relação ao mesmo período de 2019, após consecutivas queda no 2T e 3T, e totalizou R$ 107 milhões.

O relatório do BTG também destaca o crescimento da carteira de crédito. Esta foi de R$ 546 milhões no 4T20, alta de +9,3% em relação ao 4T19.  A carteira ainda reflete a queda nas vendas em abril e maio, em decorrência da pandemia, e a postura mais conservadora na concessão de crédito adotada no início da pandemia, que foi flexibilizada ao longo do ano.

Segundo os analistas da Eleven, esse leve crescimento na receita de serviços é reflexo do crescimento da carteira de crédito, bem como de sua qualidade. Os dois fatores aliados, diminuíram os custos dos serviços prestados.

Resultado Lojas Quero-Quero (LJQQ3) para o 4T20

EBITDA reflete bom desempenho operacional

Conforme informa o BTG Pactual, o EBITDA da Lojas Quero-Quero ficou em R$ 77 milhões. O número revela alta de +57% em relação ao mesmo período de 2019.

De acordo com o relatório da Eleven, o bom desempenho é reflexo da boa gestão de despesas, ganhos com eficiência operacional e crescimento expressivo da receita. Esses fatores alavancaram o desempenho operacional da empresa, mesmo com maiores despesas relacionadas à abertura de novas lojas.

Lucro Líquido acima das estimativas

Conforme o relatório do BTG Pactual, o lucro líquido da Lojas Quero-Quero no quarto trimestre foi de R$ 35 milhões. Esse resultado representa alta de +121% em relação ao mesmo período de 2019. O resultado está +4% acima das projeções.

Resultado Lojas Quero-Quero (LJQQ3) para o 4T20

Resultado Lojas Quero-Quero (LJQQ3) para o 4T20: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual considera que a Lojas Quero-Quero (LJQQ3) apresentou um trimestre forte que deve ser sustentado nos próximos meses. Segundo os analistas, a empresa combina aspecto local, modelo de negócio que se enquadra na sólida expansão no interior e execução que sustenta o crescimento acelerado.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 19,00.

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven considera que a Lojas Quero-Quero (LJQQ3) sustenta a visão positiva de seus analistas. A empresa tem elevada capacidade de execução e um bom plano de expansão, sustentado mesmo em momentos de incerteza. O 1S21 deve ser um bom momento para a companhia.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 28,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise das equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual sobre o resultado Lojas Quero-Quero (LJQQ3) para o 4T20. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.