No dia 01 de março de 2021, foi apresentado o resultado da Copasa (CSMG3) para o 4T20 e a equipe de Equity Research do BTG Pactual já realizou a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Custos estáveis e impactos negativos da variação cambial

De acordo com o relatório do BTG Pactual, o desempenho da Copasa (CSMG3) ficou em linha com as estimativas da equipe no último trimestre, principalmente em volumes, mix tarifário e custos.

Os destaques do período foram variação cambial, mix tarifário e custos gerenciáveis.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações CSMG3 estavam sendo negociadas a R$ 13,80. A capitalização de mercado era de R$ 5,24 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 47,15 milhões.

Resultado Copasa (CSMG3) para o 4T20

Companhia reporta crescimento de receita no trimestre

Conforme o relatório do BTG Pactual, a Copasa divulgou resultados em linha com as estimativas da equipe no 4T20.

Entre os destaques operacionais do período, estão o crescimento de +3,3% no volume distribuído de água e de +2,5% no volume tratado de esgoto, em relação ao 4T19.

A receita líquida da Copasa atingiu R$ 1,34 bilhão no 4T20, alta de +4,1% na comparação de base anual. Nota-se que esse resultado considera os segmentos de água, esgoto e resíduos sólidos da companhia.

Dessa forma, a receita líquida da companhia totalizou R$ 5,02 bilhões em 2020, o que representa um crescimento de +7% em relação ao ano anterior.

Impacto do reajuste tarifário realizado em novembro

Segundo o relatório de resultados do 4T20 da Copasa, diversos fatores influenciaram a receita líquida de água e esgoto da companhia no último trimestre.

Entre eles, o reajuste tarifário médio de 3,04% aplicado em novembro de 2020, com impacto médio de 1,2% em comparação ao 4T19.

Também houve uma redução de R$ 1,5 milhão na receita indireta de água e esgotos em função, principalmente, das medidas tomadas para minimizar os impactos à população ocasionados pela pandemia.


INVISTA EM AÇÕES COM A PLANILHA DE ANÁLISE FUNDAMENTALISTA Invista em ações


No que se refere ao número de dias de consumo, houve redução de -1,8% no trimestre, sendo 89,4 dias no 4T20 contra 91 dias no 4T19.

Assim, a receita de água da companhia totalizou R$ 836 milhões, enquanto a receita de esgoto ficou R$ 482 milhões. Na comparação de base anual, esses resultados representam um crescimento de +4,5% e +3,8%, respectivamente.

Variação cambial aumenta prejuízo financeiro da companhia

No que se refere ao resultado financeiro da Copasa, o resultado financeiro foi negativamente impactado pela variação cambial no último trimestre.



De acordo com o relatório divulgado pela companhia, as receitas financeiras tiveram queda de -51,1% na comparação com 4T19, refletindo sobretudo a reversão de parte das receitas de variações cambiais constituídas ao longo do ano de 2020, devido à desvalorização cambial no 4T20.

Enquanto isso, as despesas financeiras apresentaram queda de -26% em relação ao 4T19 devido à reversão de parte das despesas de variações cambiais.

Além disso, houve queda nos juros sobre os financiamentos, em função da redução nas taxas de juros incidentes sobre a dívida da companhia.

Dessa forma, a Copasa totalizou um prejuízo financeiro de R$ 25,39 milhões, o que representa um crescimento de +13,3% em relação ao 4T20.

Custos gerenciáveis estáveis e inadimplência permanece alta

De acordo com o BTG Pactual, os custos gerenciáveis da Copasa permaneceram estáveis, mas a inadimplência permaneceu alta no 4T20.

Os custos gerenciáveis (ex-provisões) da companhia permaneceram estáveis na comparação de base anual, enquanto a inadimplência ainda está crescendo, saltando quase 98% em relação ao 4T19.

Paralelamente aos resultados, a Copasa anunciou dividendos adicionais de R$ 76 milhões no trimestre (1,4% de dividend yield), totalizando R$ 1,04 bilhão em 2020, representando um índice de payout de 128% no ano.

Por sua vez, a alavancagem ficou em 1,6x Dívida Líquida/EBITDA, um aumento em relação aos 1,2x do trimestre anterior.

EBITDA permanece estável no trimestre

Conforme informa o BTG Pactual, o EBITDA da Copasa ficou em R$ 544 milhões no 4T20. O número revela alta de +7% em relação ao 4T19. Por sua vez, a margem EBITDA ficou em 40,4%, considerando estável em comparação ao 3T20 e ao 4T19.

Lucro Líquido impulsionado por alíquotas de imposto menores

Conforme o relatório do BTG Pactual, após alíquotas de imposto abaixo do esperado, o lucro líquido da Copasa no 4T20 foi de R$ 295 milhões, superando a estimativa da equipe em +3%.

Enquanto isso, segundo o relatório da Copasa, o lucro líquido da companhia ficou em R$ 268 milhões no 4T20 contra R$ 255 milhões no 4T19, o que representa uma alta de +5,3%.

Resultado Copasa (CSMG3) para o 4T20

Resultado Copasa (CSMG3) para o 4T20: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual considera que a Copasa (CSMG3) poderá ser negociada a uma TIR real de 11% e 0,69x EV/RAB em 2021. No que se refere ao preço-alvo, é derivado de um modelo DCF e descontado a um WACC real de 7,1%

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 19,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise da equipe de Equity Research do BTG Pactual sobre o resultado da Copasa (CSMG3) para o 4T20. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.