Resultado Cemig (CMIG4)
Resultado Cemig (CMIG4)

CMIG4 : Resultados e análise completa da Cemig para o 3T20

No dia 13 de novembro, foi apresentado o resultado Cemig (CMIG4) para o 3T20 e a equipe de Equity Research do BTG Pactual já realizou a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Resultados consolidados mais fortes que esperado

De acordo com o relatório do BTG Pactual, o desempenho da Cemig (CMIG4) no terceiro trimestre trouxe resultados consolidados mais fortes que o esperado, mas nota que os números foram impactados por dois itens não recorrentes.

O destaque do período foi a frente de distribuição de energia.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações CMIG4 estavam sendo negociadas a R$ 11,30. A capitalização de mercado era de R$ 17,957 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 124,80 milhões.

Análise Completa: Resultado Cemig (CMIG4) para o 3T20

Frente de Geração e Transmissão fica aquém de previsões

A equipe do BTG Pactual comenta que a frente de Geração e Transmissão de Energia apresentou EBITDA de R$ 569 milhões.

Esse número ficou aquém da previsão em -14%. O motivo provável apontado é a estratégia de alocação de energia da empresa.

Frente de Distribuição supera previsão

A equipe do BTG Pactual também observa que a frente de Distribuição de Energia apresentou EBITDA ajustado de R$ 573 milhões.

Esse número superou a previsão, que era de R$ 503 milhões, e teve queda de apenas -1% em relação ao mesmo período de 2019. Ele pode ser explicado pelo sólido controle dos custos gerenciáveis.

Volumes aumentam e inadimplência recua

Um aspecto apontado no relatório do BTG Pactual é que os volumes no terceiro trimestre apresentaram alta de +1,4% na comparação de base anual. Esse foi um número interessante, pois a previsão ainda era de queda.

Além disso, as taxas de inadimplência recuaram, retornando a níveis próximos ao observado pré-pandemia.

Análise Completa: Resultado Cemig (CMIG4) para o 3T20

EBITDA supera previsão com itens não recorrentes

Conforme informa o BTG Pactual, o EBITDA da Cemig ficou em R$ 1,326 bilhão. Assim, ele supera a previsão, que era de R$ 1,234 bilhão.

No entanto, esse número foi impactado por dois itens não recorrentes. O primeiro é uma atualização do valor de mercado da Light, por R$ 136 milhões. O segundo, uma reversão de provisões para inadimplência, por R$ 230 milhões.

Desta forma, o EBITDA ajustado fica em R$ 1,231 bilhão, já alinhado com a previsão.

Lucro Líquido prejudicado por equivalência patrimonial

Conforme o relatório do BTG Pactual, o lucro líquido da Cemig no terceiro trimestre foi de R$ 545 milhões. Esse resultado não atingiu a previsão, que era de R$ 566 milhões.

O motivo apontado foram os números mais fracos na linha de equivalência patrimonial, devido às contribuições negativas das Usinas Hidrelétricas Santo Antônio e Belo Monte. A equivalência totalizou R$ 98 milhões, frente a uma previsão de R$ 168 milhões.

Resultado Cemig (CMIG4) para o 3T20: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual considera que a Cemig (CMIG4) superou previsões em vários pontos dos seus resultados no 3T20.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 13,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise da equipe de Equity Research do BTG Pactual sobre o resultado Cemig (CMIG4) para o 3T20. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.

Compartilhe:

Deixe uma resposta


Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.