No dia 10 de novembro, foi apresentado o resultado BR Distribuidora (BRDT3) para o 3T20 e a equipe de Equity Research do BTG Pactual já realizou a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Conjunto razoável de resultados

De acordo com o relatório do BTG Pactual, o desempenho da BR Distribuidora no terceiro trimestre foi marcado por um conjunto razoável de resultados, destacando que certos números ficaram abaixo da previsão do banco, mas acima do consenso do mercado.

O destaque do período foi a questão das provisões para CBios, que exige atenção dos investidores.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações BRDT3 estavam sendo negociadas a R$ 22,60. A capitalização de mercado era de R$ 26,329 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 173,82 milhões.

Resultado BR Distribuidora (BRDT3) para o 3T20

Provisões da CBio ajustadas

A equipe do BTG Pactual comenta que o 3T20 foi o primeiro trimestre desde a definição do valor de CBio – créditos de descarbonização que deve ser adquirido pelas distribuidoras de combustíveis em 2020.

A BR Distribuidora optou por contabilizar no trimestre ¾ do valor total de, aproximadamente, 4 milhões de CBios que deve adquirir. No entanto, apesar das provisões, a quantidade de CBios efetivamente comprada foi quase nula.

A expectativa do BTG Pactual é de que as distribuidoras adotem uma estratégia inteligente para a aquisição de CBios, combinada com a estratégia de preço de gasolina. Portanto, a recomendação é que os investidores somente considerem as despesas com CBios quando o dinheiro for desembolsado.

Economia de Despesas avança

Outro aspecto apontado no relatório do BTG Pactual é que a BR Distribuidora continua avançando com a economia de despesas, graças a seus programas de eficiência. As despesas operacionais recorrentes ficaram em R$ 559 milhões, apresentando queda de 27% em relação ao mesmo período de 2019.

Segundo os analistas, isso indica que as margens recorrentes podem ter estabelecido um piso entre R$ 90/m³ e R$ 100/m³. Esse valor pode aumentar, com a normalização completa dos volumes.

Participação no Mercado passa por alterações

Os analistas do BTG Pactual observam que a BR Distribuidora alcançou ganhos de participação de mercado, principalmente no segmento de varejo. Isso indica que a empresa pode ter equilibrado seus preços e estratégias comerciais.

Enquanto isso, no segmento B2B, que tende a ser mais competitivo e comoditizado, houve perda de participação. No entanto, ela foi compensada por margens mais fortes.

Alavancagem Líquida aumenta

Conforme informa o BTG Pactual, a BR Distribuidora apresentou alavancagem líquida com alta no terceiro trimestre, passando de 1x EBITDA para 1,3x EBITDA. A explicação apresentada para este aumento é a distribuição de R$ 1,1 bilhão em dividendos.

Por outro lado, a geração de caixa da empresa se manteve forte, com R$ 280 milhões no trimestre.

Resultado BR Distribuidora (BRDT3) para o 3T20

EBITDA supera consenso

Os analistas do BTG Pactual apontam que o EBITDA ajustado da BR Distribuidora no trimestre ficou em R$ 930 milhões, com margem de R$ 98/m³. Esses valores ficaram abaixo da previsão em -6%, mas superaram o consenso do mercado.

O motivo para não ter atingido a previsão foi que os ganhos de estoque não foram tão fortes quanto esperado pela equipe do BTG.

Cabe ressaltar que o EBITDA em questão foi ajustado pelas provisões relacionadas à CBio e ganhos fiscais pontuais.

Lucro Líquido aquém da previsão

Conforme o relatório do BTG Pactual, o lucro líquido da BR Distribuidora no terceiro trimestre foi de R$ 336 milhões. Esse resultado representa queda de -74,9% em relação ao registrado no 3T19. Além disso, ele também fica -42% abaixo da previsão.

Resultado BR Distribuidora (BRDT3) para o 3T20

Resultado BR Distribuidora (BRDT3) para o 3T20: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual considera que a BR Distribuidora (BRDT3) eliminou significativamente o gap de lucratividade em relação aos seus pares. No entanto, frisa que, sem outros fatores que possam trazer ganhos adicionais de margem de longo prazo e aumento de lucros, o valuation está justo.

Assim, estabelece recomendação neutra, com preço-alvo de R$ 25,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise da equipe de Equity Research do BTG Pactual sobre o resultado BR Distribuidora (BRDT3) para o 3T20. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.