No dia 25 de fevereiro, foi apresentado o resultado Ambev (ABEV3) para o 4T20 e as equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual já realizaram a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Ambev fica abaixo das estimativas no 4T20

De acordo com o relatório do BTG Pactual, o desempenho do Ambev (ABEV3) foi confuso e abaixo das estimativas.

Enquanto isso, de acordo com o relatório da Eleven, o desempenho da companhia foi forte, com crescimento expressivo dos volumes e receitas. No entanto, o aumento dos custos afetaram negativamente as margens.

Os destaques do período foram crescimento expressivo da receita e bom desempenho da Cerveja Brasil.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações ABEV3 estavam sendo negociadas a R$ 14,70. A capitalização de mercado era de R$ 230,98 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 426,60 milhões.

Resultado Ambev (ABEV3) para o 4T20 img 1

Alta expressiva dos volumes alavanca receitas

De acordo com o relatório do BTG Pactual, o volume de vendas total apresentou alta de +8% em relação ao mesmo período de 2019. Tal desempenho levou a um crescimento orgânico da receita que foi de R$ 18,6 bilhões, alta de +19,9% em relação ao 4T19.

Os analistas da Eleven destacam que o crescimento da receita é consistente, a mesma dinâmica foi verificada no trimestre anterior.

Essa alta é reflexo da bem sucedida e competente execução comercial sustentada por inovações, resiliência de suas marcas core, crescimento do portfólio premium e capacidade de adaptação às mudanças do mercado.

Cerveja Brasil supera estimativas

Segundo o relatório da Eleven, o destaque no Brasil foi a alta do volume de vendas de cerveja. O segmento cresceu +11,9% em relação ao mesmo período de 2019, mais uma vez, superou o desempenho da indústria.

De acordo com os analistas da Elven,o bom desempenho é reflexo do êxito da estratégia comercial, por meio do mix de canais de vendas digitais (B2B e B2C) e de produtos, com maior participação de marcas core plus e premium.


A equipe da Eleven comenta que, segundo a companhia, o ano de 2021 já começou com volume de vendas +10% maior em relação ao 1T20, mesmo sem o carnaval. O resultado comprova os ganhos de participação de mercado em 2020.

O relatório do BTG também destaca o crescimento do EBITDA do segmento. O EBITDA atingiu R$ 3,5 bilhões, superando em +5% as estimativas de seus analistas. O baixo custo unitário e a melhora dos preços médios alavancaram os resultados.

Ambev vai mal em outras localidades

Segundo o relatório do BTG Pactual, a região CAC (América Central e Caribe) continua com dificuldades, apresentando menores volumes de vendas devido ao repique da pandemia. O volume registrou queda de -7,9%, porém, em decorrência do câmbio e mix de produtos, a receita registrou alta de +25%, na base de comparação anual.

Já a América Latina, segundo o relatório da Eleven, apresentou alta de +6,2%, em relação ao 4T19, no volume de vendas. A melhora foi impulsionada pela parceria de distribuição com a Coca-Coa, boa performance na venda de embalagens retornáveis no Paraguai e alta nas marcas premium na Argentina.

Por fim, de acordo com o relatório do BTG, o Canadá voltou a apresentar volumes negativos, com queda de -0,5% em relação ao mesmo período do ano passado. As margens tiveram dificuldades com mix de canal/embalagens desfavoráveis.

Resultado Ambev (ABEV3) para o 4T20


EBITDA abaixo das estimativas

Conforme informa o BTG Pactual, o EBITDA da Ambev ficou em R$ 6,8 bilhões. O número revela alta de +34,3% em relação ao trimestre passado e alta de +4,2% em relação ao 4T19. O resultado ficou -6,1% abaixo das estimativas dos analistas.

Lucro Líquido cresce mais de +70%

Conforme o relatório do BTG Pactual, o lucro líquido da Ambev no quarto trimestre foi de R$ 4,36 bilhões. Esse resultado representa alta de +79,4% em relação ao trimestre passado e alta de +4,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

Resultado Ambev (ABEV3) para o 4T20

Resultado Ambev (ABEV3) para o 4T20: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual considera que a Ambev (ABEV3) apresentou um impressionante volume de vendas, no entanto, acreditam que essa alta não se sustentará no médio prazo.

Assim, estabelece recomendação de neutra, com preço-alvo em R$ 15,00.

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven considera que a Ambev (ABEV3) apresentou bons resultados. No entanto, seus analistas estão observando a dinâmica concorrencial e as adaptações no padrão de consumo no próximo ciclo e no pós-covid.

Assim, estabelece recomendação neutra, com preço-alvo em R$ 16,00.

 

Esta foi nossa apresentação da análise das equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual sobre o resultado Ambev (ABEV3) para o 4T20. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.