Horário das 8:30-19:00
atendimento@renovainvest.com.br
11-3192-3882

Single Blog Title

This is a single blog caption
dois bonequinhos embaixo do guarda-chuva, um azul e o outro vermelho: seguro resgatável

Seguro resgatável: o que é, como funciona e por que contratar?

//
Posted By
/
Comentário0
/
Categories

Você certamente já ouviu falar em seguro de vida, certo? O seguro resgatável, por outro lado, pode ser desconhecido pela grande maioria das pessoas.

Mas, acredite: essa modalidade do mercado de seguros – que possibilita o resgate em certos momentos e em situações específicas – pode ser muito interessante para você. Afinal, ter a possibilidade de utilizar o valor pago em um momento de necessidade costuma ser bastante vantajoso.

Então, por que não saber mais sobre o que é, como funciona e por que contratar o seguro resgatável? Continue a leitura do artigo e conheça melhor essa modalidade de seguro, suas vantagens e como contar com ele no seu dia a dia.

Acompanhe!

O que é um seguro de vida resgatável?

O seguro resgatável é mais uma modalidade de seguro de vida, mas um pouco mais moderno. Ele permite que o valor investido pelo segurado possa ser resgatado em vida em um momento de necessidade – e não apenas em caso de morte ou invalidez como em seguros de vida tradicionais)

Em outras palavras, trata-se de um produto que mistura investimento com uma forma de proteção financeira da família. Por isso, quem não identificava muitas vantagens no seguro de vida tradicional pode acabar se interessando por essa alternativa.

O fato de ter um seguro, mas não contar com a possibilidade de resgatar em momento de imprevistos pode, de fato, tornar as apólices tradicionais pouco atraentes. O seguro resgatável corrige essa questão.

Como funciona o seguro de vida resgatável?

Na prática, o seguro de vida resgatável garante uma indenização em caso de morte ou invalidez. Entretanto, caso o segurado desista da apólice no meio do caminho, parte do que foi investido pode ser recuperado.

Mas, como ele funciona, na prática? A primeira questão que precisa ser entendida é que, conforme o tempo de contribuição cresce, aumenta também o prazo para recuperá-lo.

Quando você paga uma parcela deste seguro, parte dela vai para um fundo de resgate.  Os valores são corrigidos por uma taxa fixa anual, somado com a variação da inflação – geralmente medida pelo IPCA.

Além do ajuste, parte do capital pode ser investido em aplicações de baixo risco, dando uma boa possibilidade de geração de excedente – o qual é repassado ao segurado.

Qual a diferença entre seguro de vida tradicional e seguro de vida resgatável?

Além da possibilidade de resgatar o dinheiro em vida, essa modalidade permite a manutenção do valor da contribuição mensal mesmo com o aumento da idade. No seguro tradicional, além de o resgate ocorrer, normalmente, apenas em caso de morte ou invalidez, as parcelas tendem a aumentar conforme o avançar da idade.

Contudo, para manter o valor das parcelas, pode ser muito provável que a mensalidade do seguro resgatável inicie com valores maiores do que nos seguros mais comuns. Essa diferença, no entanto, diminui conforme o tempo de contribuição.

Para quem são indicados?

Considerando essas particularidades, é possível afirmar que o seguro de vida tradicional pode ser mais indicado para aqueles que possuem uma família com pouco patrimônio. Assim, em caso de uma fatalidade com o provedor, os membros familiares receberiam a indenização e assistência financeira.

Por outro lado, o seguro resgatável pode ser interessante para famílias que têm um certo patrimônio e/ou é formada por integrantes com baixa probabilidade de dependerem de uma indenização de seguro de vida para seu próprio sustento.

Qual a diferença em relação à Previdência?

Você pode estar se perguntando se o seguro resgatável tem alguma relação com a Previdência privada. Ambos, no entanto, são muito diferentes.

O plano de Previdência Privada pode ser boa opção para quem deseja fazer um investimento de médio e longo prazo e ter uma renda mensal na terceira idade – complementando a aposentadoria do INSS, por exemplo. Pode também ser utilizado para acumular capital para outros objetivos futuros, além de facilitar a sucessão patrimonial.

O Seguro de vida resgatável combina a proteção financeira familiar de um seguro com a possibilidade de manter uma segunda opção de reserva financeira – auxiliando no planejamento financeiro familiar e protegendo a renda da família em situações adversas.

O objetivo do segundo, portanto, não é garantir uma aposentadoria complementar, mas sim proteger financeiramente a família em caso de morte, invalidez ou imprevistos com o beneficiário em vida.

Vale comentar, inclusive, que é possível ter os dois no seu portfólio de investimentos. Afinal, eles servem a propósitos diferentes.

Quais as vantagens de um seguro resgatável?

Até aqui você entendeu o que é, como funciona e os principais objetivos de um seguro resgatável. Confira agora as principais vantagens dessa modalidade de seguro:

1. Resgate em vida

A principal vantagem é poder resgatar em vida parte do montante aplicado em caso de imprevistos, podendo ser utilizado também como uma reserva financeira.

O fato de mesclar seguro de vida com um instrumento de proteção familiar para outras situações, portanto, acaba sendo uma vantagem em relação ao seguro tradicional.

2. Personalização

A segunda vantagem está relacionada à personalização. Cada seguradora tem suas regras específicas, mas o segurado pode personalizar o contrato como desejar.  É possível, por exemplo, escolher o período de vigência ou aderir a uma proteção vitalícia.

O seguro é calculado conforme o perfil, condição de saúde, profissão e atividades de lazer preferidas. Tudo para alinhá-lo ao segurado e às necessidades da família.

3. Parcelas mensais iguais

Essa modalidade costuma não alterar o valor pago após a contratação conforme o passar do tempo – e da idade do beneficiário. Dessa forma, o segurado tem a tranquilidade de se programar – sabendo que valor não aumenta com o passar dos anos.

4. Definição do valor de cobertura

O segurado pode definir o valor de cobertura de acordo com as necessidades da família. O valor pode variar consideravelmente de acordo com os contratos e as seguradoras.

5. Separação do inventário e isenção de impostos

O seguro de vida não pode ser considerado uma herança, conforme a lei. Dessa forma, pode ser resgatado com agilidade, sem depender de ação judicial. Além disso, é isento do Imposto de Renda (IR) e do Imposto de Transmissão Causa Mortis (ITCMD).

E, como não se trata de uma herança, não está sujeito a ser utilizado para pagamento de dívidas que, eventualmente, sejam deixadas pelo segurado.

Por que contratar um seguro resgatável?

Conhecendo as vantagens do seguro resgatável fica mais fácil entender por que vale a pena contratá-lo, certo?

Afinal, ele permite acumular patrimônio ao longo do tempo e resgatar parte do montante investido em vida em caso de imprevistos, enquanto protege a saúde financeira da família nos casos de invalidez, doença grave ou morte do segurado.

Dessa forma, pode ser usado tanto como seguro de vida quanto como um instrumento de planejamento familiar. Por suas particularidades, pode ser bastante atraente para inúmeras famílias.

Apenas lembre-se de sempre analisar seu perfil, objetivos, condições e hábitos familiares antes de definir o melhor seguro de vida para si e para sua família. E, se precisar de ajuda, conte conosco!

Gostou de saber mais sobre o seguro resgatável? Confira agora se investir no exterior vale a pena!

Leave a Reply

[name=SIGNUP_SUBMIT_BUTTON]
[name=SIGNUP_SUBMIT_BUTTON]
[name="SIGNUP_FORM_LABEL"]
[name="SIGNUP_FORM_LABEL"]
[name='SIGNUP_BODY']
[name='SIGNUP_BODY']